Boatos de que Maria do Rosário contratou advogado para defender Adélio Bispo de Oliveira, se espalham nas redes sociais

O ataque contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro ainda está dando o que falar.

0 3.320

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Desde o ocorrido, na tarde de 06/09/2018, o que não faltou na internet foi informação falsa a respeito do assunto. A bola da vez é a deputada federal (que é candidata à reeleição) Mariado Rosário (PT/RS).

A matéria continua após a publicidade

De acordo com uma falsa notícia que está viralizando na internet, Maria do Rosário teria contratado um “advogado especialista” para defender Adélio Bispo de Oliveira, acusado de cometer o atentado contra Bolsonaro. A mensagem aponta, ainda, que a deputada afirmou que o que aconteceu foi um “exagero da mídia” e que Bolsonaro “recebeu um arranhão nabarriga”. Ao final, a mensagem aponta que o advogado “custa R$ 25 mil” e tem um link para o “conteúdo completo”.

Leia a mensagem (viral no WhatsApp e Facebook):

A defensora de bandidos resolveu agir. A deputada federal do PT, Maria do Rosário enviou um advogado especialista para representar Adelino Bispo de Oliveira, autor do atentando contra o candidato a presidência da República Jair Bolsonaro. Em entrevista, Maria do Rosário disse que o homem tem claros problemas psicológicos e não deve responder como criminoso, mas sim como pessoa especial com problemas mentais. A deputada ainda disse que nada de grave aconteceu ao deputado, e que tudo foi um exagero da mídia.

“Ele recebeu um arranhão na barriga e tão fazendo esse alvoroço todo, me poupe. Sinceramente, acho que ele ta rindo da cara dos trouxas que acham que ele está realmente mal. E mais, o cidadão que praticou esse ato não pode ficar preso, pois não foi nada grave e o mesmo claramente tem problemas mentais. Vou mandar meus advogados para representá-lo e farei de tudo para que ele seja liberado o mais rápido possível.”

Segundo informações, o advogado enviado é um dos mais caros do Brasil, e recebe cerca de 25 mil reais por cada audiência. (Compartilhem o LinK).

Site que divulgou a falsa informação, foto abaixo

A mensagem está se espalhando rapidamente pelas redes sociais e está deixando muita gente “revoltada” com a deputada. Mas será mesmo que Maria do Rosário contratou um “super advogado” para defender Adélio Bispo de Oliveira, acusado de esfaquear Bolsonaro?

A resposta é não.

Vamos aos fatos.

Se você notar a mensagem, ela carrega todas as características de uma fake news. É vaga, alarmista, tem erros de ortografia (ela chega a chamar Adélio de Adelino), pedido de compartilhamento e não cita fontes confiáveis. Aliás, a fonte citada é mais um indício de que a informação é falsa.

O site citado é um conhecido disseminador de fake news. Foi lá que surgiu a história da CNH cancelada por causa do IPVA atrasado e que Lula lançaria o filho para ser candidato à Presidência. Ou seja, a fonte não é um “primor de confiabilidade”.

Mesmo com todos esses indícios, fomos buscar mais detalhes sobre a informação. De fato, o acusado conta com quatro advogados particulares e o fato que causou estranheza por parte do deputado Fernando Francischini (PSL). Porém, o nome de Maria do Rosário não tem a ver com a defesa.

Advogados foram contratados após familiares entrarem em contato com a igreja Testemunhas de Jeová.

Não parou por aí. Tentamos buscar por quaisquer comentários de Maria do Rosário minimizando o atentado contra Bolsonaro e nada encontramos. A única manifestação dela foi de condenação do ocorrido “Sou contra a violência sempre. Em qualquer esfera da vida e na política. Defendemos o respeito e a não violência. Somos pela apuração rigorosa e responsabilização de quem comete violência, sempre”, disse no Twitter.

Resumindo:

A informação que aponta que a deputada federal Maria do Rosário contratou um advogado para defender Adélio Bispo de Oliveira é falsa. Além de ter surgido em um site de fake news, não há qualquer indício que comprove participação da deputada na contratação de defensores do acusado e nem as aspas atribuídas a ela são reais.

Fonte Boatos.org

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.