O Anel Rodoviário de Belo Horizonte voltou a ser palco de um grave acidente nesta sexta-feira (2). Uma carreta descontrolada saiu da pista, cruzou a extensão da via, bateu e arrastou dois carros para uma vala. Ao contrário de outros acidentes sangrentos e recentes, desta vez não houve mortos e feridos graves.

Conforme a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), o acidente aconteceu nesta manhã, na altura do km 464 da BR-381, no bairro São Gabriel, região Nordeste da capital. Ainda não se sabe como o motorista do veículo de carga perdeu o controle da direção quando seguia no sentido Rio de Janeiro.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para resgatar possíveis vítimas, mas ninguém se feriu com gravidade. Por causa do acidente, o trânsito está caótico no Anel Rodoviário. A orientação é que os motoristas evitem o trecho nesta manhã.
Polêmica
A Prefeitura de BH quer proibir o trânsito de carretas e caminhões na rodovia por questão de segurança pública. No último dia 12, um dia após o Ministério dos Transportes divulgar que haverá restrição somente no trecho concedido da BR-040, o executivo municipal soltou nota informando que "a seriedade do momento não permite a omissão com a qual o assunto foi tratado nos últimos 50 anos".

No texto, a PBH frisou que todos os responsáveis por administrar a rodovia urbana devem se unir para resolver o problema do Anel, que constantemente é palco de graves acidentes. "... a Prefeitura de Belo Horizonte reitera que nada será realizado de forma açodada e que todas as partes envolvidas continuarão sendo chamadas à mesa para as discussões".
A confusão teve início depois que o prefeito Alexandre Kalil garantiu que a circulação de veículos pesados seria impedido no Anel, mas o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável por parte da rodovia, desmentir a informação.

Fatal
Durante a madrugada, um homem morreu na MG-010 depois que um carro invadiu a contramão e bateu de frente com outro que vinha no sentido contrário. Além do morto, três pessoas ficaram feridas no acidente. O caso ocorreu por volta das 4h30 no bairro Morro Alto, em Vespasiano, na Região Metropolitana de BH.

Publicidade