Cento e quatro motoristas foram presos suspeitos de cometerem infrações por embriaguez ou dirigirem sob efeito de álcool, o que caracteriza-se crime. Este é o resultado do balanço divulgado pela Secretária de Estado de Segurança Pública (Sesp) nesta segunda-feira (29). As blitze da Lei Seca foram realizadas, neste fim de semana em 18 cidades mineiras, incluindo Belo Horizonte.
Dezessete motoristas foram presos por crime de trânsito – quando o teste do bafômetro acusa valores superiores a 0,33 miligramas por litro de ar expelido. Nesta operação integrada 1.954 motoristas foram abordados.

As ações, que tiveram a coordenação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), também registraram 87 infrações – quando o teor alcoólico registrado no etilômetro não ultrapassa os 0,33 mg/l. Neste caso, os condutores tiveram a carteira de habilitação recolhida e receberam multas no valor de R$ 2.934,70. As blitze da Lei Seca acontecem para orientar motoristas e chamar a atenção para os perigos da mistura álcool e direção.

Na ação do fim de semana, além de BH, participaram os municípios de Contagem, Betim, Juiz de Fora, Uberaba, Lavras, Divinópolis, Governador Valadares, Uberlândia, Patos de Minas, Montes Claros, Ipatinga, Barbacena, Curvelo, Teófilo Otoni, Unaí, Pouso Alegre e Poços de Caldas.

Publicidade