AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Motorista que provocou tragédia com 13 mortos em Minas se defende: 'Não foi minha culpa!'

15/01/2018
Daniel Alves da Silva diz que estava dentro da velocidade permitida e foi surpreendido por uma carreta na contramão
Hoje em Dia
O motorista do caminhão que provocou a tragédia que deixou 13 mortos e 39 pessoas feridas, na manhã desse sábado (13), na BR-251, em Grão Mogol, no Norte de Minas, disse nesta segunda-feira (15) que não foi o responsável pelo acidente. Apesar de ter sido ele a atingir dois ônibus, duas carretas e uma van, o motorista disse que isso aconteceu após uma das carretas envolvidas na colisão invadir a contramão e ele ser obrigado a desviar.
De acordo com Daniel Alves da Silva, que dirigia um caminhão carregado com outro veículo, ele estava dentro da velocidade permitida na rodovia e foi surpreendido pelo motorista da carreta circulando pela contramão. “Não foi minha culpa! Estava indo a cerca de 80 km/h quando uma carreta branca veio na contramão, tentei desviar, mas não consegui. Saí do cinto de segurança, tentei tirar meu amigo (que ainda estava vivo) que não usava o cinto, mas não consegui. Saí do caminhão arrastando pela estrada pedindo socorro”, relata o motorista. 

A matéria continua após a publicidade

O passageiro que seguia viagem com Daniel era o dono do caminhão e vizinho, Adilson Molina Bordu. A carreta que, segundo o motorista, teria provocado o acidente, pegou fogo, matando um homem e a filha carbonizados. 
Há dez anos, Daniel trabalha como motorista de veículos pesados. Ele conta que saiu de Franca (cidade natal) e buscou em Recife o cavalo de uma carreta que seria transportado para cidade de Jardinópolis/SP. Desempregado, recebeu a quantia de R$ 200,00 para fazer a viagem de 35h. “Saí de Recife às 12h, paramos às 15h para descansar por três horas. Às 2h paramos para lanchar e ‘cortei direto’”, explica. 
A PRF ainda está investigando as possíveis causas do acidente. Daniel Alves da Silva permanece internado no hospital Universitário Clemente de Faria. Ele quebrou o braço, passou por cirurgia e, segundo a unidade de saúde, deve ser submetido a outro procedimento cirúrgico. “Já comuniquei minha esposa e a família do Adilson. Não tenho condições financeiras para trazer minha família, perdi tudo. Não tenho dinheiro nem para comprar um sabonete”, conclui.
Motorista que provocou tragédia com 13 mortos em Minas se defende: 'Não foi minha culpa!' Reviewed by DestakNews Brasil on 20:42 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.