Um homem de 53 anos, que estava internado em Belo Horizonte, morreu em decorrência da febre amarela, conforme comunicado do Hospital Felício Rocho, nesta terça-feira (30).

Hoje em Dia

Segundo a unidade de saúde, o homem é morador da cidade de Jeceaba, na região Central de Minas Gerais. Ele morreu no último domingo (28). 
O caso ainda não foi contabilizado pela Secretaria de Estado da Saúde. O boletim da SES-MG, divulgado nesta terça, registra 36 mortes por febre amarela em Minas Gerais, desde dezembro de 2017. Outros 13 óbitos estão sendo investigados por meio de exame laboratorial. Ainda segundo o levantamento, foram confirmados 81 casos da doença e outros 208 estão sob investigação.
Outras notificações que também não entraram para o Boletim Epidemiológico foram as mortes de um morador de Barbacena de 42 anos, no último sábado (27), e de um idoso de 80 anos, morador de Belo Vale. Ele estava internado no Hospital Eduardo de Menezes, também em BH e morreu na manhã desta terça com o diagnóstico confirmado para a doença. 
A reportagem tentou contato com a prefeitura de Jeceaba e aguarda retorno.

Publicidade