O governador Fernando Pimentel (PT) decretou situação de emergência em saúde pública em mais 68 municípios mineiros por causa do surto de febre amarela. O número soma-se as outras 94 cidades incluídas na lista. Com a emenda do decreto, publicada no Diário Oficial na edição desta quinta-feira (25), saltou para 162 as cidades em emergência em decorrência da doença.
Conforme o texto, entraram na relação cidades localizadas nas Unidades Regionais de Saúde de Barbacena e de Juiz de Fora. Anteriormente já estavam municípios das áreas de Belo Horizonte, Itabira e Ponte Nova. O decreto terá duração de 180 dias, mas poderá ser prorrogado caso seja necessário.
Com o decreto, o Governo de Minas pode adquirir insumos e materiais, bem como contratar por tempo determinado serviços necessários ao atendimento da situação emergencial, sem a necessidade de realizar licitação, para os municípios.
“A ampliação do decreto para os municípios que integram as regionais de Barbacena e Juiz de Fora se justifica diante da ocorrência de casos da doença em humanos nessas regiões. A partir de agora está garantida a tramitação em caráter de urgência de todos os procedimentos relacionados à referida situação de emergência em saúde pública regional também para essas regiões”, explica o subsecretário de Vigilância e Proteção à Saúde, Rodrigo Said.

A matéria continua após a publicidade