A Polícia Militar de Capitólio e região realizam buscas neste sábado (20), na tentativa de localizar os suspeitos que atacaram uma agência bancária do Bradesco nesta madrugada. A cidade do Sul de Minas, com um pouco mais de 8.000 habitantes foi cercada por homens armados com fuzis.
Usando toucas ninjas para esconderem o rosto, os suspeitos não efetuaram nenhum disparo de arma de fogo, mas destruíram o estabelecimento bancário com as explosões.
Ainda de acordo com a polícia, pelo menos, cinco homens cercaram a via de acesso à agência bancária, enquanto um outro grupo invadiu o banco para instalar os explosivos. Com o impacto da ação, a agência ficou completamente destruída.  
A PM chegou a ser acionada pelos moradores. Os militares pediram reforço na tentativa de prender os suspeitos, mas eles conseguiram fugir.
A polícia não soube informar a quantidade de dinheiro levado do local. A perícia da Polícia Civil esteve no local e o local foi interditado.

Publicidade