Um homem de 33 anos foi preso suspeito de prender e torturar a esposa, de 30 anos, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite de terça-feira (28).

Hoje em Dia
A Polícia Militar chegou ao cativeiro após verificarem uma denúncia anônima. Em sua defesa, o agressor disse que se tratava de uma discussão simples de casal.

Quando os militares pediram para ver a mulher, a vítima, com medo, tentou negar as agressões, mas acabou relevando as torturas que sofria. Segundo a PM, o suspeito mantinha a vítima acorrentada ao pé do guarda-roupas.
A mulher disse que sofria agressões há um ano por causa do ciúme do marido, que por várias vezes a agredia, cortava seu cabelo e a mantinha presa em casa, sem contato com demais familiares.

Ainda de acordo com a polícia, a mulher estava com vários hematomas no corpo e no rosto. Ela contou que, em uma crise de ciúmes, o companheiro a derrubou no chão, colocou o pé no pescoço e começou a chutar a região da barriga.

O casal foi encaminhado para a Unidade de Pronto-Atendimento de Igarapé, onde foram medicados. O homem tem problemas de glicemia e antes de ser conduzido teve que receber o medicamento.
O suspeito foi preso e encaminhado para a Delegacia de Betim, na Grande BH.

Publicidade