O psicopata, muitas vezes, é difícil de ser reconhecido. Quando identificado, é tido como doente mental. 

 Hoje em Dia

Porém, conforme a medicina, trata-se de um transtorno de personalidade que afeta até 5% da população mundial. A pessoa com o distúrbio pode prejudicar outras. Para tentar fugir ou até ajudar um psicopata, algumas características podem indicar se a pessoa sofre do transtorno. Confira quais são eles. 
1 - Carisma/sedução/charme superficial
discurso sedutor;

2 - Loquacidade
só ele fala, pouco importa os outros;

3 - Bajulação
o seu alvo vira o centro de suas atenções;

4 - Manipulação
usa informações confidenciais e dados do outro para manipulá-lo;

5 - Vítima eterna
a culpa jamais é dele, sempre do outro, e ele quer evocar compaixão nos outros para usá-los a seu favor;

6 - Vários relacionamentos afetivos de curta duração
mesmo que tenha um companheiro estável, este existe para uma aparente respeitabilidade. Jamais se furta de traçar um objeto, diga-se pessoa, de desejo;

7 - Lágrimas de crocodilo
finge emoções humanas, mas não as tem;

8 - Desconsideração pelos sentimentos dos outros
falta absoluta de consideração pelos sentimentos de outros;

9 - Justificativa de coisas que nem precisam de justificativa
arruma justificativas para as coisas mais injustificáveis;

10 - Ausência de remorso ou arrependimento;
11 - Não aprende com o erro; 
12 - Manipulador
Aprende sobre os funcionamentos da alma humana nos mínimos detalhes para usar essas ferramentas na manipulação e na enganação dos outros;

13 - Impulsivo, estourado, como animal
Sente raiva, frustração, tédio.

*Dicas da psicanalista Júlia Bárány, autora do livro “O Mal disfarçado de Bem” (Barany Editora). A obra, lançada neste mês, traz um manual de sobrevivência para àqueles que chegaram ao fundo do poço e se encontram perdidos para recomeçar a vida longe dos abusos.

Publicidade