AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

PCMG prende quatro suspeitos de latrocínio em Carmo do Cajuru

20/10/2017
Operação “Augustus”, deflagrada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), nesta quinta-feira (19), nas cidades de Carmo do Cajuru, Divinópolis e Campinas, prendeu quatro homens: Alexandre Oliveira de Sousa, conhecido como “Pimenta”, 24 anos; Fabrício Geraldo Cardoso, “Tico do Maria Helena”, 31; Geovane da Silva Rosa, “Fugiu”, 30, e Antônio Carlos Caetano, "Cerezo”, 59. 

 Divulgação/PCMG

Foram presos três suspeitos de envolvimento nos crimes de latrocínio e tentativa de homicídio

Eles foram presos em cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão e poderão responder por latrocínio consumado e tentado, além de tentativa de homicídio. Os crimes ocorreram em uma mesma ação, em 25 de maio deste ano. As vítimas foram o agricultor Augusto Peixoto Filho e M.R.R., esposa dele.

As investigações, iniciadas há cerca de cinco meses, apontam que três indivíduos, um com revólver e outro com uma pistola, montaram uma emboscada no intuito de assaltar as vítimas. Pelos levantamentos, a emboscada com tronco de árvore e ‘miguelitos’ (objeto utilizado para furar pneus) foi seguida de ameaças e agressões. Os investigados mantiveram o casal amarrado na carroceria da caminhonete do agricultor. No momento, um produtor rural passou, os suspeitos atiraram contra o veículo dele e ele foi atingido na cabeça.

Enquanto o casal estava sendo transportado para a área urbana, onde os suspeitos iriam realizar saques nas contas bancárias das vítimas, a mulher conseguiu saltar da caminhonete, mas o agricultor foi arremessado do veículo e sofreu um traumatismo craniano que o levou a morte nos dias seguintes.


A notícia continua após a publicidade

A princípio, a vítima sobrevivente chegou a reconhecer, em razão da extrema semelhança, dois indivíduos que moravam próximo ao casal. Mas, no decorrer das diligências, a equipe da Delegacia de Carmo do Cajuru, que investigou o caso, identificou Alexandre e um adolescente, de 17 anos, como suspeitos. Com o desenrolar dos trabalhos, a equipe policial descobriu que Fabrício também seria integrante da associação criminosa, e Geovane teria levado o grupo para cometer a ação criminosa sob a promessa de pagamento (R$500).

Segundo apurado, a motivação do crime estaria ligada a “Cerezo”, que tem uma residência em frente à casa de “Tico” e um sítio vizinho ao da vítima. Ele teria repassado a informação de que na data do crime, o irmão do agricultor, que também possui uma caminhonete prata e residia próximo ao sítio do casal, estaria retornando do Ceasa com voluptuosa quantia de dinheiro. Mas como a pretensa vítima atrasou-se, os suspeitos abordaram, equivocadamente, outra vítima.

De acordo com o Delegado Weslley Amaral de Castro, o investigado “Pimenta” se mudou, há um mês, para Campinas, em São Paulo, imaginando que poderia ser alvo de prisão. Com apoio da Polícia Civil de São Paulo, ele foi encontrado. Já “Tico” e “Fugiu” foram presos nos bairros Mangabeiras e Maria Helena de Divinópolis e “Cerezo” na Zona Rural de Ribeiros, em Carmo do Cajuru. “Cerezo” ainda foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, na posse de uma espingarda calibre 22 e seis munições.

Os investigados possuem passagens por roubo, tráfico de drogas, posse de arma de fogo e explosão de caixas eletrônicos. Ao final da operação, os presos, que podem ser condenados até 50 anos, foram encaminhados ao Sistema Prisional. As investigações contaram com a participação das equipes da Delegacia Regional de Divinópolis e da 3ª Delegacia de Itaúna.
PCMG prende quatro suspeitos de latrocínio em Carmo do Cajuru Reviewed by DestakNews Brasil on 18:10 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.