AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Lei municipal obriga bancos a reforçarem segurança em Formiga/MG

18/10/2017

Vigilância armada 24 horas por dia está entre as medidas previstas na lei. Bancos serão notificados e terão prazo de 90 dias para adequação. 

Com G1/DestakNews

Normas exigem mais seguranças em bancos e instituições financeiras em Formiga (Foto: Nilson Pedroso/Arquivo Pessoal)  

A Prefeitura de Formiga, na região Centro-Oeste de Minas, sancionou e publicou a Lei Nº. 5208 de 2017 que obriga as instituições bancárias públicas ou privadas e as cooperativas de crédito localizadas no município a contratar vigilância armada para atuar 24 horas por dia, inclusive em finais de semana e feriados, além de outras providências. As instituições serão notificadas e têm prazo de 90 dias para se adequarem.
De acordo com o chefe de gabinete do executivo municipal, Thiago Leão Pinheiro, a Lei é de autoria do Legislativo e foi sancionada pela Prefeitura. Haverá um prazo para regulamentação e, provavelmente, o Procon municipal irá fiscalizar as novas exigências.
Ainda de acordo com o Pinheiro, será enviado um ofício as 10 instituições financeiras de Formiga e após isso, segundo a Lei, os bancos terão 90 dias para se adequarem às novas exigências.
De acordo com a Lei, as instituições bancárias públicas ou privadas e as cooperativas de crédito localizadas no município estão obrigadas a contratar vigilância armada para atuar 24 horas por dia, inclusive em finais de semana e feriados.
Os vigilantes deverão permanecer no interior da instituição bancária ou da cooperativa de crédito em local que possam se proteger durante a jornada de trabalho e dispor de botão de pânico e terminal telefônico, para acionar rapidamente a polícia. Devem contar, também, com dispositivo que acione sirene de alto volume no lado externo do estabelecimento para chamar a atenção de transeuntes e afastar ‘delinquentes’ de forma preventiva.
Além disso, as instituições bancárias e as cooperativas de crédito são obrigadas a instalar escudo de proteção ou cabine para vigilantes, câmeras de circuito interno para gravação de imagens em todos os acessos destinados ao público, entradas e saídas e lugares estratégicos, dos quais se possa monitorar movimentação de pessoas em seu interior. As câmeras também devem ser instaladas na parte externa frontal dos estabelecimentos.

Itapecerica

Na próxima semana a Câmara Municipal de Itapecerica também deverá apresentar um projeto de igual teor para que seja sancionado pela Prefeitura.

O projeto obriga as instituições financeiras a implementarem a segurança, no sentido de coibir explosões de caixas eletrônicos e que certamente terá a aprovação dos itapecericanos.

Publicidade

 

Lei municipal obriga bancos a reforçarem segurança em Formiga/MG Reviewed by DestakNews Brasil on 18:07 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.