AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Inquérito conclui que Jamille inventou caso de racismo e tentativa de sequestro

20/10/2017
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) finalizou o inquérito policial sobre a suspeita de injúria racial e tentativa de subtração de menor que teria ocorrido no posto Graal, em Ribeirão Vermelho, em junho deste ano. 

Hoje em Dia


Jamille fez uma postagem no Facebook que se tornou viral

A conclusão da polícia de Lavras, onde houve a investigação, é que Jamille Stephanie Sales Azevedo, de 22 anos, criou uma narrativa fictícia sobre o caso.
Por conta disso, a estudante deixou de figurar como vítima de tentativa de subtração de menor e injúria racial e foi indiciada pelo crime de denunciação criminosa. Mais informações serão passadas à imprensa na tarde desta sexta (20), em Lavras, pelos delegados Marcelo Vilela Guerra e Ailton Pereira.
O caso ficou famoso por causa de um relato que Jamille fez no Facebook de que uma mulher teria tentado roubar sua filha, de 1 ano e 5 meses, e que funcionários do estabelecimento comercial não teriam lhe dado a atenção devida, por ser uma mulher negra e mãe de uma criança branca. A postagem teve mais de 90 mil compartilhamentos em menos de 20 horas.
A repercussão do caso foi tão grande que Jamille e o marido, Roberto Edaes, foram ao programa “Fátima Bernardes”, da Rede Globo, para falar sobre preconceito racial.
O Hoje em Dia publicou, com exclusividade, no dia 30 de junho, entrevista com Jamille, em que a estudante negava ter feito uma postagem no Facebook e dava uma versão diferente para o caso, negando que uma mulher havia tentado raptar sua filha.

Relembre o Caso:
Delegado marca depoimentos de funcionários da parada de ônibus e da suposta vítima de racismo

Publicidade
 
Inquérito conclui que Jamille inventou caso de racismo e tentativa de sequestro Reviewed by DestakNews Brasil on 11:14 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.