AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Cunhado de Ana Hickmann participa de audiência decisiva sobre morte de suposto fã em BH

19/10/2017
Gustavo Henrique Bello Correa, cunhado da apresentadora Ana Hickmann, desembarca nesta sexta-feira (20), em Belo Horizonte, para a primeira audiência de instrução do processo que vai decidir se ele vai a júri popular pela morte de Rodrigo Augusto de Pádua, 30 anos. A informação foi confirmada pelo advogado dele, Maurício Benfica.

Hoje em Dia

A assessoria de comunicação da apresentadora também confirmou a vinda de Hickmann à capital para ser ouvida. Mas não deu detalhes sobre o depoimento. 
Já Benfica adiantou que uma das testemunhas da defesa é a perita contratada por eles para fazer a reconstituição do dia da morte do susposto fã, que teria invadido o hotel onde a apresentadora estava, no bairro Belvedere, na Região Centro-Sul da capital, para tentar matá-la. O advogado alega legítima defesa. "Com o depoimento dela, vamos conseguir esclarecer de uma vez por todas a legítima defesa", afirmou o advogado, que deve desembarcar em BH ainda nesta quinta (17) à noite.  
A audiência está marcada para às 8h da manhã na sala da juíza sumariante Âmalin Aziz Sant'Ana do 2º Tribunal do Júri, no Forum Lafayete. A expectativa é sejam ouvidas cinco testemunhas de defesa e acusação, além do réu Gustavo Correa. 
Segundo a assessoria do Forum, não há obrigatoriedade para que a audiência termine amanhã. Se faltar alguma testemunha, a juíza pode remarcar esse depoimento para outro dia. Só no fim de todos esses trâmites, a magistrada decidirá se Correa vai a júri popular ou se o processo seguirá para uma vara criminal comum. 
Relembre
Rodrigo de Pádua morreu após invadir o hotel em que a apresentadora e modelo Ana Hickmann estava hospedada em Belo Horizonte, em maio de 2016. O jovem, de 30 anos, era de Juiz de Fora, na Zona da Mata, e parecia nutrir uma obsessão pela apresentadora.
No quarto em que a modelo estava, Pádua rendeu o empresário Gustavo Correa e a mulher dele, a assessora Giovana Oliveira. Armado, ameaçou atirar nas vítima, momento em que o empresário teria lutado com o rapaz, tomado a arma e atirado. Giovana acabou ferida. O homem morreu com um tiro na nuca. A apresentadora Ana Hickmann não teve ferimentos.

A notícia continua após a publicidade

Na época, a Polícia Civil concluiu no inquérito que foi legítima defesa. Mas o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) questionou a tese. Para a promotoria, o tiro da nuca de Rodrigo Pádua evidencia que o homem já estaria dominado e que o tiro poderia ter sido evitado. A promotoria então ofereceu denúncia à Justiça como homicídio doloso, ou seja, com intenção de matar.
Em julho deste ano, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) negou o pedido de arquivamento do processo contra Gustavo Henrique Bello Correa.
Para esse tipo de crime, a pena pode chegar até 20 de prisão, mas pode ser reduzida caso seja comprovado que ele agiu sob forte emoção.
Cunhado de Ana Hickmann participa de audiência decisiva sobre morte de suposto fã em BH Reviewed by DestakNews Brasil on 18:17 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.