Ele dificilmente alcançará a artilharia da Copa do Brasil. E, muito provavelmente, ainda verá um adversário faturar o prêmio oficial de craque do torneio.

Com Hoje em Dia/DestakNews

 
Os números, porém, não mentem. Jogador mais eficiente da competição, o meia Thiago Neves é a grande esperança do Cruzeiro no segundo e decisivo confronto com o Flamengo valendo o título nacional, nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão.
Anunciado pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares como “presente de aniversário” para o clube, em janeiro, o jogador de 32 chega ao momento mais importante da temporada cumprindo com as expectativas de ser o maestro e protagonista do elenco.
Ausente em apenas uma das 13 partidas da campanha cruzeirense nesta edição (ainda na estreia diante do Volta Redonda, devido a problemas burocráticos com a inscrição na CBF), o armador contribuiu diretamente com gols em seis das sete fases disputadas até a grande final.
Além de balançar as redes duas vezes, Thiago Neves ainda serviu os companheiros em seis ocasiões (veja a lista abaixo), sem contar a “assistência” para o gol contra de Lucas Pratto na vitória sobre o São Paulo por 2 a 0, no Morumbi, pela quarta fase.
Maior garçom da competição, o camisa 30 também é o jogador que mais dá passes para finalizações e o principal alvo de faltas em todo o torneio, dentre outros bons índices em fundamentos ofensivos registrados pelo site especializado Footstats.
Após o importante duelo com o Tricolor, o meia também mostrou capacidade de decisão nos clássicos nacionais contra Palmeiras e Grêmio, fechando inclusive a disputa de pênaltis diante do Imortal gaúcho.

Publicidade