AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Golpe do falso médico é aplicado em Formiga/MG, leia mais e saiba como evitar este tipo de golpe

19/09/2017

Após sacar o dinheiro que a vítima tinha depositado, o golpista ainda debochou da vítima. 

Do DestakNews
Na tarde desta segunda-feira (18), a Polícia Militar (PM), foi procurada pela vítima, um homem de 45 anos, o qual relatou aos militares que sua mãe está internada na UTI do Hospital São Luiz com o quadro de pneumonia e infecção no pulmão e que nesta segunda-feira recebeu uma ligação no seu celular, onde um homem que se  identificou como médico e presidente do Hospital, após falar sobre o estado clinico da sua genitora, lhe narrou que solicitou a todos os pacientes da UTI, fossem submetidos a exames de sangue, e que nesses exames a sua mãe apresentou coagulo no pulmão que provavelmente poderia ser um tipo de câncer, que necessitaria de dois exames urgentes sendo eles; uma tomografia e uma ressonância computadorizada, lhe disse ainda que a mesma possui plano de saúde do IPSEMG, contudo o exame só seria autorizado pelo plano, somente na sexta feira, o que poderia ser tarde. O autor sugeriu que a vítima pagasse o valor de R$ 1.780,00 (Um mil e setecentos e oitenta reais) quais deveriam ser depositados em uma conta do médico, o qual faria os exames, devendo o mesmo tirar cópia da sua carteira de identidade e CPF e da sua mãe do cartão do IPSEMG sendo todas as cópias autenticadas em cartório e após os documentos deveriam serem entregues pessoalmente a sua secretária que com esse procedimento o mesmo receberia 85% de reembolso do IPSEMG.
Após o deposito ser feito, passado algum tempo, o autor retornou à ligação onde lhe disse que já havia sacado o dinheiro e que tudo não se passava de um golpe. Foi feito o boletim de ocorrência para futuras providências.


 Alerta:  

                                           
Leia abaixo o que diz uma delegada da Polícia Civil, de Vitória/ES, sobre o golpe do falso médico.

Orientações:

O golpe do falso exame já é conhecido pela Policia Civil. No Espírito Santo ele apareceu entre 2015 e 2016, quando mais de 100 pessoas foram vítimas de estelionatários. Os alvos estão dentro de hospitais da Grande Vitória, principalmente os particulares.

“As vítimas são parentes de pessoas que estão internadas em UTI de hospital, por isso elas estão mais vulneráveis, e os criminosos ligam, de posse de todos os dados desse paciente solicitando um depósito para um exame”, explicou a delegada Rhaiana Bremenkamp.

Segundo a titular da Delegacia de Defraudações, os golpes diminuíram no último ano, mas os criminosos estão cada vez mais especializados e prontos para mudar de estratégia. “Os estelionatários têm esse perfil de buscar sempre trazer muita realidade ao golpe, por isso eles escolhem o nome de um médico que a pessoa estará sempre lembrando dele e agora nos surpreendeu ele ter ligado de um DDD 27, pois esse golpe era sempre aplicado pelo DDD 66 e o DDD 27 deve ser para trazer mais proximidade a vítima, para atender e não rejeitar a ligação”, destacou a delegada.

No início do ano passado, a Delegacia de Defraudações investigou os golpes do falso exame aqui no Estado. Na época, houve a suspeita de participação de funcionários dos hospitais, mas nenhuma evidência foi descoberta e ninguém foi preso. De acordo com a delegada, os hospitais descartaram ataques hackers, mas não deram informações sobre quem acessa os prontuários médicos, de onde podem ter saído os dados.

“Quando a gente solicita informação de quem teve acesso aos prontuários online do paciente, acaba que a gente não consegue resposta. Os hospitais têm dificuldade de identificar e fica difícil uma investigação desse tipo”, afirmou.

A delegada alertou que hospitais não solicitam exames por telefone e valores devem ser negociados pessoalmente. As vítimas devem ir até a delegacia, que fica na Avenida Marechal Campos, em Vitória, para prestar queixa. Mas antes que isso seja necessário, é importante ficar atento e esgotar todas as possibilidades, para não cair no golpe.

“Primeiro a pessoa deve ficar atenta ao DDD do telefone. Depois manter a calma, entrar em contato com o hospital, buscar informação se aquilo é real e saber sempre que qualquer negociação deve ser feita de forma física. Ela deve comparecer ao hospital e se realmente for verdade, pagar esse exame. Nunca fazer depósito em conta de pessoa física”, disse.

Publicidade

Golpe do falso médico é aplicado em Formiga/MG, leia mais e saiba como evitar este tipo de golpe Reviewed by DestakNews Brasil on 10:01 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.