AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Em cinco minutos, cadela da PM encontra drogas e armas em BH

10/09/2017

Atualmente, 65 cães são utilizados para busca de drogas na capital mineira 

O Tempo

Material apreendido com ajuda da cadela Farah na ultima sexta-feira  

Foram necessários apenas cinco minutos para a cadela Farah encontrar drogas e armas em uma operação da Polícia Militar em um beco no Aglomerado da Serra, na região centro-sul de Belo Horizonte, nesta sexta-feira (8). Policiais militares foram ao local duas vezes, após denúncia, mas não encontraram o material ilícito. A solução foi acionar a Rocca (Ronda Ostensiva com Cães) para ajudar na busca.
Farah, de sete anos, vasculhou um terreno e sentiu o cheiro das drogas vindo de uma laje de difícil acesso. Um soldado da PM escalou um muro e encontrou 44 tabletes de maconha, 30 porções de maconha, 42 porções de crack, quatro balanças, duas facas, uma pistola 9 milímetros,15 munições do mesmo calibre, duas bases para rádio e material para embalar drogas.
“Eu fui duas vezes ao local, mas a equipe não encontrou nada. Na terceira, com a cadela Farah, o material foi encontrado. Ela guiou o policial”, disse o tenente Mauro Lúcio da Silva.
Para o tenente Fernando Abreu Lima, os cães são importantes para o trabalho de busca. “Os olhos dos cães enxergam o que os nossos olhos não conseguem. O faro deles é muito bom também”, disse
Ainda de acordo com Abreu Lima, os policiais conseguem manter uma proximidade com os cães, o que ajuda nas buscas. “A experiência dos soldados para conduzir o cão é fundamental”, afirmou.

A matéria continua após à publicidade.

Medo
A apreensão da última sexta-feira é apenas uma das dezenas que Farah participou. Segundo o tenente Abreu Lima, a cadela Farah é conhecida até mesmo por bandidos. “A vagabundagem não gosta de ouvir o nome da cadela 'Farah'”, disse.
Filhotes
A família de Farah segue os passos da mãe. Urano, Urbe, Uana e Urso também trabalham na busca de drogas em Belo Horizonte. Atualmente são 65 cães que auxiliam a Polícia Militar. Os animais são utilizados até 10 anos de idade. Após o período, uma avaliação é feita para saber as condições físicas dos cães.
“Quando o cão aposenta, ele fica com o policial que o acompanhou durante o tempo em que trabalhou com a PM. Caso não haja essa possibilidade, o cão fica na corporação sendo, claro, bem cuidado até a morte”, afirmou Abreu Lima.
Em cinco minutos, cadela da PM encontra drogas e armas em BH Reviewed by DestakNews Brasil on 00:51 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.