AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Na raça e de virada Santos supera o Flamengo no Pacaembu

03/08/2017

Com o placar de 3 a 2 o Peixe emplaca sequência de 23 jogos sem perder no estádio da capital

A Tribuna

Mais uma vez, como na semana passada pela Copa do Brasil, Santos e Fla fizeram um grande jogo (Foto: Léo Pinheiro/Framephoto/Folhapress)

Uma semana após o jogão de quarta-feira passada, na Vila Belmiro, quando o Santos goleou  o Flamengo por 4 a 2, mas perdeu a vaga às semifinais da Copa do Brasil, as duas equipes voltaram a protagonizar um duelo eletrizante. Nesta quarta (2) à noite, no Pacaembu, em jogo marcado por viradas, o Alvinegro bateu o time carioca por 3 a 2, pela 18ª rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a invencibilidade santista subiu para  23 jogos (22 vitórias e um empate) no  estádio da Capital. 
A vitória também manteve o time na terceira posição do Brasileirão,  com 34 pontos, dois atrás do vice-líder, o Grêmio, e 10 atrás do líder Corinthians. O time volta a campo no domingo, às 19 horas, na estádio da Ressacada, em Florianópolis, contra o Avaí.  Yuri e Lucas Lima, que levaram ontem o terceiro cartão amarelo, e David Braz, expulso no final do jogo, desfalcarão a equipe. 
Primeiro tempo 
Quem esperava um repeteco do grande jogo da quarta-feira da semana passada, na Vila Belmiro,  se decepcionou com a início do duelo. Em outro ritmo, a partida começou truncada e as primeiras chances de gol demoraram a acontecer. 
Aos 23 minutos, Rodinei fez boa jogada pela direita e cruzou, mas Guerrero, dentro da grande área, de frente para o gol,  furou. Minutos depois, o atacante peruano deixou o campo sentindo uma lesão na coxa direita. Felipe Vizeu entrou em seu lugar. 
Aos 34 minutos,  Juan quase abriu o placar para o rubro-negro. Diego cobrou escanteio, Willian Arão raspou de cabeça e  Felipe Vizeu subiu livre para cabecear. A bola saiu raspando o poste direito de Vanderlei. 
Dominando a partida, o time carioca   desperdiçou nova chance aos 38. Diego bateu de fora da área,  Vanderlei rebateu mal e Felipe Vizeu, no rebote, chutou  na trave. Depois de explodir no poste direito, a bola passou próxima da linha de gol. Viseu pegou novamente o rebote e chutou para boa defesa do arqueiro santista. 
Sem inspiração e com um meio-campo e ataque inoperantes,  o Santos  praticamente não incomodou o goleiro Diego Alves na primeira etapa. Diante da superioridade rubro-negra, ir para o intervalo com o placar zerado foi bom para o Alvinegro. 
<MC>Etapa final 
</MC> O Santos voltou ao segundo tempo com o lateral esquerdo Zeca, que reapareceu no time após mais de dois meses se recuperando de uma artroscopia no joelho esquerdo, em lugar de Yuri. Com isso, Jean Mota foi jogar na sua  posição original, a meia. 
Ao contrário da etapa inicial, o jogo começou movimentado no segundo tempo. Aos 8 minutos, Bruno Henrique abriu o placar após chute de Ricardo Oliveira, que desviou na zaga e sobrou  para o atacante. Ele dominou na área e chutou cruzado para vencer Diego Alves. 
Três minutos depois, o Flamengo empatou com Éverton Ribeiro, que acertou um chutaço de fora da área. Vanderlei, um pouco adiantado, saltou mas não conseguiu evitar o gol por cobertura. 
Aos 15, o Santos quase passou à frente do placar novamente. Em cobrança de falta de Lucas Lima, a bola desviou na zaga e Ricardo Oliveira pegou mal. A bola passou perto da trave direita de Diego Alves. 
Aos 16 foi a vez do Flamengo perder a chance de virar o jogo. Éverton Ribeiro cruzou da esquerda e Felipe Vizeu, livre de marcação, de cara para o gol, cabeceou por cima do travessão. 
Aos 21, no entanto, Felipe Vizeu viraria o placar. Em belo lançamento de Willian Arão no meio da zaga santista, o atacante rubro-negro foi mais rápido que Lucas Veríssimo e bateu na saída de Vanderlei: 2 a 1. 

A matéria continua após à publicidade.


Aos 28, Rodinei, que já tinha o cartão amarelo, foi expulso ao fazer falta dura em Jean Mota. O técnico rubro-negro Zé Ricardo mandou Pará a campo em lugar do meia Diego. E Levir Culpi respondeu com  Kayke na vaga de  Jean Mota.  
Aos 34, Daniel Guedes quase surpreendeu o goleiro Diego Alves em chute da lateral direita. A bola subiu e o arqueiro mandou a escanteio com um tapa. Mesmo com um jogador a mais, o Santos tinha dificuldade para chegar ao gol rubro-negro. Apagado, Lucas Lima sumiu na etapa final. 
O gol de empate só poderia surgir num lance fortuito. E ele aconteceu aos 39 minutos. Alisson, que havia entrado em lugar de Renato, acertou um balaço da intermediária no ângulo direito de Diego Alves. Golaço.
A virada, até então improvável pela partida que o Santos vinha fazendo, saiu aos 43 minutos. Daniel Guedes cruzou da direita e Ricardo Oliveira se jogou para cabecear a bola à meia altura: 3 a  2 para delírio da galera alvinegra no Pacaembu. David Braz ainda foi expulso no final, mas o Santos segurou a vitória heroica. 
Santos 3: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota (Kayke); Renato (Alisson), Yuri (Zeca) e Lucas Lima; Copete, Ricardo Oliveira e Bruno Henrique. Técnico: Levir Culpi 
Flamengo 2: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Berrío); Márcio Araújo, Willian Arão e Diego (Pará); Éverton Ribeiro, Guerrero (Felipe Vizeu) e Everton. Técnico: Zé Ricardo 
Gols: Bruno Henrique, aos 8 minutos, Éverton Ribeiro, aos 11, Felipe Vizeu, aos 21, Alisson, aos 39, Ricardo Oliveira, aos 43 do segundo tempo
Cartões amarelos: Rodinei, Diego, Everton (Flamengo), Yuri, Lucas Lima (Santos), Cartões  vermelhos: Rodinei e David Braz 
Renda: R$ 870.640,00
Público: 27.030 (total) 
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) 
Local: Pacaembu, em São Paulo

 

Na raça e de virada Santos supera o Flamengo no Pacaembu Reviewed by DestakNews Brasil on 00:20 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.