AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Homem é condenado a prisão perpétua após matar filha recém-nascida

15/08/2017

John Burrill, de 32 anos, alegou que bebê 'não parava de chorar'


Pai foi condenado a prisão perpétua Divulgação/Polícia de Lancashire

 

Reino Unido - Um britânico de 32 anos foi condenado a prisão perpétua por ter matado a própria filha recém-nascida que "não parava de chorar". De acordo com o site Metro, John Burrill jogou a pequena Daisy-Mae, de apenas oito semanas, no sofá após um ataque de raiva por ela "acordar chorando no meio da madrugada".

Na autópsia foram encontrados diversos ferimentos na cabeça, pernas, braços da criança. Daisy ficou internado durante alguns dias antes de ter sua morte cerebral confirmada pelos médicos. John confirmou às autoridades que agrediu o bebê, porém, alegou que não teve a intenção de matar a filha.

A matéria continua após à publicidade.

Além de homicídio culposo, John também foi inciado pelo uso de drogas ilícitas enquanto cuidava da criança. De acordo com o site, ele e a esposa, identificada apenas como Cox, o casal deixava de comprar comida para comprar maconha e sustentar o vício. Na época do crime, os exames feitos não apontaram a presença de qualquer substância no organismo de ambos.

A mãe da criança não foi penalizada, porém, John ficará em regime fechado por pelo menos 18 anos antes de poder recorrer à liberdade condicional.

 

Homem é condenado a prisão perpétua após matar filha recém-nascida Reviewed by DestakNews Brasil on 20:17 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.