AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Santos vence Fla na Vila mas não avança na Copa do Brasil

27/07/2017

Em jogo de seis gols, Peixe marca 4 a 2 no time carioca

A Tribuna

Bruno Henrique marcou um golaço no primeiro tempo, quando o Santos perdia (Foto: Fernanda Luz/A Tribuna)

O Santos conseguiu o que precisava: golear. Mas a vitória por 4 a 2 sobre o Flamengo na noite desta quarta-feira (26), na Vila Belmiro, não foi suficiente para que o time avançasse às semifinais da Copa do Brasil. Como havia perdido por 2 a 0 no Rio de Janeiro, faltou  um gol para a equipe de Levir Culpi conquistar uma virada histórica.

O Flamengo fará uma final carioca da Copa do Brasil, contra o Botafogo, que eliminou o Atlético-MG. Após a eliminação, as atenções do Santos se voltam ao Campeonato Brasileiro. No domingo, pela 17ª rodada, o time vai a Porto Alegre, onde enfrenta o Grêmio,  às 19 horas. O duelo vale a  vice-liderança, já que o  Grêmio é o segundo, com 32, e o Santos, o terceiro, com 30 pontos.  

O Santos buscava pressionar o Flamengo no início do jogo, mas deixava brechas na defesa. E o Flamengo soube aproveitar. Aos 9 minutos, Diego fez belo lançamento para Berrío, que ganhou fácil na corrida de Jean Mota e deu uma  cavadinha na saída de Vanderlei: 1 a 0. 

A matéria continua após à publicidade.


Se a briga pela vaga já estava difícil, com o placar adverso o Santos precisaria   fazer, no mínimo, 4 a 1 para avançar às semifinais. Mesmo sentindo o baque, o Alvinegro buscou a reação. Um minuto depois do gol, em bola cruzada à área, Copete cabeceou, a bola  desviou no zagueiro  Réver e Muralha mandou a escanteio.

Aos 27, Ricardo Oliveira arriscou de fora da área, mas Muralha defendeu fácil. Aos 33, em rápido contra-ataque, Bruno Henrique escapou pela esquerda, se livrou da marcação de dois e bateu com categoria, de fora da área, no ângulo esquerdo de Muralha. Golaço. O gol animou o Santos, que foi para a pressão.

O Flamengo chegou a marcar aos 38 minutos, com Réver, após cobrança de escanteio, mas o árbitro marcou falta do zagueiro rubro-negro. Aos 40 minutos, polêmica na Vila. Lucas Lima lançou Bruno Henrique, que dividiu a bola com Réver na  entrada da grande área e caiu. Leandro Pedro Vuaden marcou pênalti, mas voltou atrás um minuto depois, após o assistente garantir que o zagueiro tocou antes na bola. 

Aos 45 minutos, o Santos perdeu a chance de virar o jogo. Em cruzamento na área, David Braz subiu mais alto e raspou de cabeça, mas a bola saiu fraca, fácil para a defesa de  Muralha. Etapa final As duas equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo,  mas o Flamengo deu um golpe mortal logo no primeiro minuto. Everton fez grande jogada e passou para Guerrero, que, cara a cara com Vanderlei, chutou forte para fazer 2 a 1.

Mas, aos 8 minutos, Lucas Lima cobrou escanteio e Copete subiu mais alto para, de cabeça, empatar. A torcida ainda comemorava quando a equipe santista virou o jogo, um minuto depois. Ricardo Oliveira evitou de cabeça a saída da bola pela linha de fundo e tocou para Bruno Henrique, que cruzou.  Victor Ferraz chegou batendo forte: 3 a 2. O lateral santista saiu comemorando efusivamente ao redor do campo, chamando  a torcida para ajudar na virada.

Acuado, o Flamengo passou a valorizar a posse de bola.  O jogo ficou truncado e mais pegado. Em dividida de bola, após discussão e troca de empurrões, David Braz e Guerrero levaram o cartão amarelo. Levir Culpi trocou Yuri por Rafael Longuine para tentar dar mais força ofensiva. Cansado, Ricardo Oliveira, que voltou ao time após quase dois meses,  deu lugar a Vladimir Hernández.

Na base do abafa, o Santos chegou ao quarto gol com Copete. Aos 48 minutos, Jean Mota cruzou da esquerda e o colombiano subiu de cabeça para ampliar. Com poucos segundos para o final, não houve tempo para que o Alvinegro fizesse mais um gol e ficasse com a vaga. Ficou o espírito de luta da equipe, que deixou o gramado da Vila Belmiro aplaudida pela torcida. 

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 4 x 2 FLAMENGO

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Yuri (Rafael Longuine), Vecchio (Léo Cittadini) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira (Vladimir Hernández). Técnico: Levir Culpi.

FLAMENGO - Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Cuellar (Willian Arão) e Diego; Everton (Gabriel) Guerrero e Berrío (Rodinei). Técnico: Zé Ricardo.

GOLS - Berrío, aos 9, e Bruno Henrique, aos 33 minutos do primeiro tempo. Guerrero, aos 45 segundos, Copete, aos 8, Victor Ferraz, aos 9, e Copete, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Berrío, Vecchio, Victor Ferraz, David Braz, Guerrero, Lucas Veríssimo, Márcio Araújo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

RENDA - R$ 525.080,00.

PÚBLICO - 12.507 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

 

Santos vence Fla na Vila mas não avança na Copa do Brasil Reviewed by DestakNews Brasil on 00:55 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.