O sistema elétrico do Estádio Independência falhou novamente. Mas o grande apagão da tarde deste domingo (2) foi do Cruzeiro. O clássico mineiro, novamente recheado de confusão, emoções, virada e belos lances, terminou com vitória do Atlético, de 3 a 1, depois de ter saído atrás do placar logo aos 4 minutos.
A Raposa, que inicou o confronto em alta potência, se abateu na partida e permitiu a virada no placar ainda nos acréscimos do primeiro tempo, num intervalo de dois minutos. Cazares e Fred, duas vezes, fizeram os gols da vitória do Galo diante do maior rival. Destaque para o equatoriano, que fez um belo gol de falta e produziu uma linda assistência. E Fred chega a 22 gols no ano, superando recordes. Do lado celeste, Thiago Neves, o melhor jogador do time no confronto, fez o primeiro gol.
APAGÕES, CONFUSÃO E VIRADA Os primeiros 28 minutos do clássico tiveram uma cor vívida: azul. Mesmo jogando em território adversário, o Cruzeiro não sentiu a pressão inicial da torcida do Galo e partiu para cima. Mais organizado que o rival, a equipe de Mano Menezes pressionava e jogava só no campo de ataque. Achou um atalho para abrir o placar, no lado direito da defesa alvinegra.

A matéria continua após à publicidade.