AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Cis-Urg apresenta dados de atendimentos do Samu em uma semana de atuação no Centro-Oeste de Minas

13/06/2017

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) completa uma semana de atuação nesta quarta-feira (14) e já mostra com dados sistematizados que tem mudado a perspectiva de atendimentos de urgência e emergência nas 54 cidades da Região Ampliada de Saúde (RAS) Oeste.
 (Fotos Divulgação/Cis-Urg)

O SAMU foi inaugurado no dia 6 de junho em Divinópolis com a presença do governador de Minas Gerais Fernando Pimentel e demais autoridades políticas envolvidas na implantação do Serviço. As atividades tiveram início em toda região no dia 7 de junho.

Durante a coletiva realizada às 16h30, desta terça-feira, foram apresentados gráficos, os quais seguem em anexo, que mostram dados exatos dos atendimentos em todos os municípios onde há uma base do SAMU.

A Central de Regulação das Urgências já recebeu 2.647 ligações, segundo o último relatório acessado às 19h desta terça-feira. Um dado que tem preocupado é o alto número de trotes, 598, do total das ligações, ou seja, 22,59%.


Um dos gráficos aponta ainda, que o SAMU levou durante os primeiros dias de atuação 25 minutos em média, até a chegada da ambulância no local do fato. Este tempo é calculado a partir do momento em que a Central recebe a ligação e que a ambulância chega no local da ocorrência.

Lembrando que a estimativa pelo número de ambulâncias na região e pela extensão territorial dos municípios, foi previsto que as ambulâncias chegassem nas ocorrências em até 40 minutos.

Durante a coletiva, o secretário executivo do CIS-URG e coordenador do SAMU, José Marcio Zanardi reforçou que o SAMU é um Serviço de atendimento pré-hospitalar, ou seja, as equipes tripuladas estão aptas a realizar procedimentos que garantam estabilidade de vida até o encaminhamento do paciente para a unidade de saúde mais adequada.

O encaminhamento de cada paciente é feito pela Central de Regulação das Urgências, que diante do relato de quem aciona o 192, empenha uma Unidade de Suporte Básico (USB) ou uma Unidade de Suporte Avançado (USA).

Neste caso, a equipe da Central também faz o encaminhamento para a unidade de saúde que poderá no melhor tempo dar suporte a cada caso, como relata o diretor médico do SAMU, Marco Aurélio Lobão.
A diretoria do SAMU enfatiza que, cumprindo o seu objetivo regionalizado, o Serviço  atendeu nesta primeira semana ocorrências originadas de 34 municípios da região.

SAMU
Gerenciado pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da região Ampliada Oeste (CIS-URG), o SAMU tem o objetivo de chegar à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência no menor tempo possível.

Para dar agilidade aos atendimentos, o Serviço conta com uma frota de 31 ambulâncias distribuídas em 24 municípios, que dão suporte total a 54 cidades que integram a Região Ampliada de Saúde (RAS) Oeste.

As ambulâncias são do tipo Unidade de Suporte Básico (USB), que são tripuladas por um técnico de enfermagem e um condutor socorrista. Além desses veículos, também há sete Unidades de Suporte Avançado (USA), tripuladas por um médico, um enfermeiro e um condutor socorrista.

As cidades que contam com os veículos foram escolhidas com base em estudos de viabilidade, sendo que a logística dessa distribuição foi feita para que se situem em pontos estratégicos, de forma que o tempo entre a chamada recebida pelo 192 e a chegada da ambulância seja de até 40 minutos em qualquer ponto da região. Para a escolha também foram levados em consideração os acessos, estradas, rodovias e estradas rurais.

Em Divinópolis estarão disponíveis três ambulâncias, sendo duas Unidades de Suporte Básico (USB) e uma Unidade de Suporte Avançado (USA). Uma USB estará posicionada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e uma USA e USB estarão disponíveis na Central de Regulação das Urgências, situada no Centro da cidade.


Rede resposta Hospitalar
O SAMU conta com uma complexa rede de atendimentos em 18 unidades hospitalares da região, cuja finalidade é otimizar recursos humanos, financeiros e tecnológicos, a fim de viabilizar no menor tempo possível o atendimento aos pacientes.
A escolha da Rede Hospitalar foi feita após uma análise de viabilidade e levou em consideração diversos critérios. José Marcio Zanardi esclarece que os hospitais não contratualizados e que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS), estão aptos a prestarem atendimentos normalmente em caso de necessidade, o que será avaliado pela Central de Regulação das Urgências em Divinópolis.
Rede de hospitais conveniados
O SAMU atende uma população de mais de 1,2 milhão de pessoas que são direcionadas aos seguintes hospitais: Hospital São João de Deus em Divinópolis; Hospital São Luis em Formiga, Santa Casa de Campo Belo, Hospital São Judas Tadeu em Oliveira, Hospital Manoel Gonçalves em Itaúna, Hospital Nossa Senhora da Conceição em Pará de Minas, Hospital São Carlos em Lagoa da Prata, Hospital Regional São Sebastião em Santo Antônio do Amparo, Hospital Santa Casa de Bom Despacho, Hospital Senhora Aparecida em Luz, Santa Casa de Misericórdia de Santo Antônio do Monte, Santa Casa de Misericórdia de Dores do Indaiá, Santa Casa de Itaguara, Hospital Municipal São Francisco em Iguatama, Santa Casa de Itapecerica, Hospital Nossa Senhora do Brasil em Bambuí, Santa Casa de Misericórdia em Pitangui e Hospital São Gabriel em Passa Tempo.







 





















































Cis-Urg apresenta dados de atendimentos do Samu em uma semana de atuação no Centro-Oeste de Minas Reviewed by DestakNews Brasil on 20:37 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.