AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

'Não quero ser julgado por interpretações, mas por provas', diz Lula

11/05/2017
Em discurso, petista chora ao se dizer inocente

Estado de São Paulo


Lula em ato político em Curitiba nesta quarta-feira, 10. Foto: Alex Silva/Estadão
CURITIBA - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chorou nesta quarta-feira, 10, durante discurso em Curitiba em que se disse inocente. O petista participou de evento com militantes depois da audiência com o juiz Sérgio Moro. “Quero ser julgado por provas”, afirmou.
Lula voltou a dizer que foi vítima de um “massacre” e pediu para ser julgado com base em provas materiais e não em suposições. “Não quero ser julgado por interpretações.”
Ao comentar o depoimento ao juiz Moro, o petista tentou esvaziar as acusações das quais é alvo ao dizer que a operação não apresentou documentos que comprovem que ele é dono do triplex no Guarujá (SP). O petista é réu por corrupção e lavagem de dinheiro por, segundo denúncia do Ministério Público Federal, ter recebido R$ 3,7 milhões em propinas em contrapartida a três contratos da OAS com a Petrobrás.  

“Hoje eu pensei que meus acusadores iriam mostrar uma escritura, um documento, um pagamento, alguma coisa que eu fiz para ter o tal do apartamento. Eu esperava que depois de dois anos de massacre tivesse lá documento: ‘Lula comprou apartamento’, ‘a escritura está aqui registrada em cartório’, nada, perguntaram se eu conheço (o ex-tesoureiro João) Vaccari, (o ex-presidente da OAS) Léo Pinheiro, (o presidente do Instituto Lula Paulo) Okamotto. É claro que conheço e não tenho vergonha”, afirmou. 
Lula agradeceu a presença de militantes e de movimentos sociais em Curitiba e foi às lágrimas ao dizer que prefere morrer a mentir para apoiadores. Cerca de 5 mil pessoas participaram do ato, segundo a polícia.
'Não quero ser julgado por interpretações, mas por provas', diz Lula Reviewed by DestakNews Brasil on 00:41 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.