AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Atlético e Cruzeiro entram em campo em busca da 'taça perdida'

07/05/2017

Na partida decisiva do Estadual, neste domingo (7), no Horto, Atlético e Cruzeiro tentam recuperar o título


O Tempo


Depois de 71 jogos, 6.390 minutos de bola rolando e 157 gols marcados, o Campeonato Mineiro vai conhecer seu campeão da temporada 2017. Atlético e Cruzeiro encerraram o torneio regional neste domingo, às 16h, no Independência. O Galo defende a vantagem no confronto para voltar a celebrar o título após o vice em 2016, enquanto a Raposa tenta recuperar a hegemonia mineira após vacilar nos dois últimos anos.

O primeiro jogo da decisão, disputado na semana passada, ficou empatado em 0 a 0. O confronto no Mineirão teve emoção, disputa e polêmica, mas ficou devendo nos gols. A partida decisiva, no Independência, promete ter os mesmos ingredientes, mas a expectativa é que os tentos sejam marcados, mantendo a média de dois gols da competição estadual.

“Não temos outra solução que não seja atacar. Você não pode vencer sem atacar. Quando vamos fazer isso, em que momentos do jogo, é o jogo que vai dizer. Às vezes, você ataca menos e faz gol. O futebol não respeita essa proporção do número de ataques”, disse o técnico Mano Menezes.

O Cruzeiro precisa de pelo menos um gol para ficar com o título, já que o Atlético tem o empate a seu lado. “Temos uma vantagem e vamos cuidar dela com carinho, raça e vontade para não entregá-la ao adversário. Vamos jogar com nossa torcida, e todos conhecem a característica do Atlético atuando no Independência”, destacou o zagueiro e capitão Leonardo Silva.

Preparação. Já virou rotina na história recente dos clássicos, e, para o segundo jogo da final, a situação não foi diferente: os rivais tiveram de dividir a atenção da decisão com outras competições. Nesta semana, o Atlético enfrentou o Sport Boys, pela Libertadores, na Bolívia. Já o Cruzeiro pegou a Chapecoense, pela Copa do Brasil. Os dois lados do clássico, porém, optaram por não jogar com força máxima e pouparam seus principais destaques, pensando justamente no confronto importante deste domingo.

A pitada de mistério em relação aos times, que sempre está presente, foi acrescentada para o confronto de logo mais. O anfitrião Roger Machado e o convidado Mano Menezes não deram pistas dos times titulares.

A expectativa para fora das quatro linhas é uma bonita disputa de gritos dos torcedores. Após muita polêmica e decisões que foram mudadas, o Independência receberá pouco mais de 20 mil atleticanos e mais de 1.800 cruzeirenses.

O estádio conta com números pró-rivais. O Atlético está invicto em 2017, com nove vitórias em nove jogos. Já o Cruzeiro soma nove triunfos nos últimos dez jogos que fez no Horto, sendo três deles sobre o Galo.

Positivo. O Cruzeiro defenderá neste domingo a invencibilidade contra o Atlético. O time azul não perde há oito jogos, com cinco vitórias e três empates. Destes, em cinco Mano esteve no comando técnico.


Números

23 jogos fez o goleiro Rafael nesta temporada pelo Cruzeiro
13 gols sofreu o camisa 12 da Raposa em quatro torneios


No Horto

Título pode vir após 57 anos

Ser campeão, levantar o troféu e fazer a festa na casa de seu adversário. Esse cenário já é motivo para comemoração especial. Mas, para o Cruzeiro, se essa situação acontecer, no começo da noite deste domingo, quando o árbitro Igor Júnio Benevenuto apitar o fim da partida diante do Atlético, no jogo de volta do Estadual, terá um gosto ainda maior. A Raposa voltaria a celebrar um título do Mineiro no Horto depois de 57 anos de jejum.

A última vez que a Raposa levantou a taça do Campeonato Mineiro no Independência foi no distante ano de 1960. Na ocasião, o Campeonato Mineiro ainda era disputado em dois turnos e por pontos corridos para decidir a classificação. O time celeste foi o melhor da primeira fase da competição.

A conquista matemática veio na penúltima rodada do torneio daquele ano, em cima do Atlético, em um empate por 0 a 0. O duelo aconteceu justamente no Independência, maior estádio da época, pois o Mineirão, só seria inaugurado cinco anos depois.

Em 1965, o Campeonato Mineiro foi disputado nos dois estádios, de forma dividida. A primeira fase aconteceu no Independência, mas a reta final e o jogo do título celeste foram realizados no Mineirão.
História. Em 1995, o Cruzeiro celebrou um título no Horto, mas num torneio amistoso. Pela Copa Governador Eduardo Azeredo, a Raposa bateu o Galo por 5 a 3, após empate em 1 a 1 no tempo normal.
Atlético e Cruzeiro entram em campo em busca da 'taça perdida' Reviewed by DestakNews Brasil on 13:35 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.