AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Após bate-boca, senadores dão como lido relatório da reforma trabalhista

23/05/2017

Relator Ricardo Ferraço (PSDB-ES) confirmou que a votação do projeto está agendada para acontecer na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado na próxima terça-feira, 30

Estadão Conteúdo

O senador tucano Ataídes Oliveira precisou ser contido por colegas Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Após muito bate-boca e confusão, os senadores da base do governo conseguiram uma saída para completar a leitura do parecer da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) nesta terça-feira, 23. O relator Ricardo Ferraço (PSDB-ES) deu o parecer como lido e confirmou que a votação no colegiado está agendada para a próxima terça-feira, 30."Dei o relatório como lido e foi concedida vista. A tendência é que a votação seja já na próxima terça-feira. O calendário da reforma trabalhista está absolutamente mantido", afirmou Ferraço.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), e o vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), deixaram a sala da comissão confirmando a decisão da base de dar o relatório como lido. Os senadores foram perseguidos nos corredores do Senado por manifestantes aos gritos de "golpistas".

"Dar como lido não é ler. Não consideramos a leitura do relatório", afirmou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Ele e a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) afirmaram que vão buscar solução regimental para entrar com recurso ao plenário da leitura do relatório. 


Discussão. Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Ataídes Oliveira (PSDB-TO) quase partiram para as vias de fato durante a sessão . Um recurso de Randolfe que poderia atrasar os trabalhos havia acabado de ser rejeitado por parlamentares por 13 votos a 11.
Os ânimos estavam exaltados na primeira discussão no Congresso após a crise política deflagrada pelas delações de executivos da JBS. Relator da proposta, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) se preparava para ler seu parecer quando a confusão começou. O documento, porém, foi publicado na internet durante a confusão e Ferraço o deu como lido.  
O recurso de Randolfe questionava o fato de o parecer de Ferraço não ter sido previamente apresentado a deputados, como prevê o regimento. O requerimento foi rejeitado por pequena margem de votos. 


A confusão começou quando Randolfe virou-se para o colega Ataídes e gritou: "Vocês estão sustentando um governo corrupto, mas nós não vamos aceitar isso." Visivelmente irritado, Ataídes  partiu para o ataque. "Você é bandido e vagabundo", respondeu o tucano.
Após bate-boca, senadores dão como lido relatório da reforma trabalhista Reviewed by DestakNews Brasil on 23:59 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.