AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Prefeitura confirma morte de homem por leishmaniose em Lavras/MG

04/04/2017

Segundo a administração municipal, vítima possuía agravantes para a doença

O Tempo

Um homem de 34 anos morreu por complicações da leishmaniose visceral – doença crônica, caracterizada por febre de longa duração, perda de peso, aumento do volume do fígado e do baço, infecções bacterianas e anemia – na última sexta-feira (31), em Lavras, no Sul de Minas Gerais. A informação foi confirmada pela prefeitura do município em comunicado divulgado nesta terça-feira (4).
De acordo com a administração municipal, duas pessoas foram diagnosticadas com a doença em Lavras em janeiro deste ano, sendo que uma delas é a que morreu nessa sexta. “Infelizmente, uma delas não resistiu mesmo passando por tratamento. Ela possuía agravantes para a doença, que dificultaram sua recuperação”, disse a prefeitura, em nota.
O outro caso é o de uma mulher que já foi tratada e recebeu alta ainda em janeiro. Como forma de prevenção da doença, desde janeiro a prefeitura realiza ações educacionais para conscientizar a população sobre a limpeza de quintais nas casas, além da pulverização de inseticida e testes em cães. O trabalho é realizado com mais intensidade nos bairros Morada do Sol e Joaquim Sales, locais onde as vítimas da leishmaniose visceral provavelmente foram infectadas pelo mosquito palha – transmissor da doença.
A leishmaniose é uma doença infeciosa causada por parasitas que infectam cães. A transmissão da doença para humanos é feita pela fêmea do mosquito Lutzomya, popularmente chamado mosquito palha, que pica o animal e, em seguida, a vítima. Quando diagnosticada a tempo, a doença é facilmente tratável pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Os cães infectados apresentam apatia, queda de pelos, emagrecimento, lesões de pele e crescimento anormal das unhas. Apesar dos sinais, existem casos de cães que podem ficar anos sem apresentar sintomas, sendo necessária a realização constante de exames clínicos.
Nos últimos três anos, os indicadores da doença subiram em Minas, passando de 318 casos em 2013 para 515 no ano passado, um aumento de 62%. O número de mortes também teve um salto, de 41% (34 para 48).
 

Prefeitura confirma morte de homem por leishmaniose em Lavras/MG Reviewed by DestakNews Brasil on 18:53 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.