AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Mais da metade dos aposentados da Baixada Santista ganha até dois salários mínimos

30/04/2017

Com este cenário, cada vez mais idosos precisam retornar ao mercado de trabalho 

A Tribuna

Engenharia está entre as áreas que mais contratam
profissionais experientes (Foto: Shutterstock)

Mais da metade (57%) dos quase 210 mil aposentados que residem e recebem nas nove cidades da Baixada Santista ganha até dois salários mínimos, segundo o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). 

O cenário é complementado por outro fato: apenas 2,4% das aposentadorias da região alcançam o valor máximo previsto, que hoje é de R$ 5.531,31. Tudo isso faz aumentar a sensação de que o idoso está precisando voltar ao mercado de trabalho — nem os governos, nem entidades privadas de recursos humanos conseguem calcular exatamente o contingente de idosos que precisam voltar ao batente, mas eles estão mesmo voltando.
A Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho indica que em 2015 havia 16.721 pessoas acima de 60 anos trabalhando. Em 2006 esse público chegava a 7.356, crescimento de 127,31%.
“Trabalho há 25 anos na área de recursos humanos e percebo que algumas empresas preferem pessoas mais maduras, com estabilidade”, argumenta Andréa Marques, psicóloga e diretora da Espaço Santista Recursos Humanos. Para ela, já é possível afirmar que aos poucos as companhias começam a adotar o conceito da diversidade no universo de trabalho.
Segundo a especialista a maturidade proporciona maior jogo de cintura ao profissional. Nesse aspecto a pessoa mais velha está a frente de candidatos de outras idades. “Aqueles mais jovens são um pouco acelerados. Está crescendo a consciência de que os idosos têm muito a oferecer”.
Ela frisa que a aposentadoria não é o fim da carreira profissional. “Muitas pessoas querem continuar, porque isso reforça a sensação de que se é útil para a sociedade”, argumenta a psicóloga especialista em RH.
Conselhos
Para continuar atrativo para o mercado de trabalho, a pessoa mais velha precisa encarar que as mudanças na vida são bem-vindas. Por exemplo, conhecer as ferramentas de tecnologia e informática.
Andréa explica que não há um perfil definido do tipo de vaga a ser oferecida para idosos. “O importante é que os profissionais de recursos humanos avaliem as competências técnicas dos indivíduos. Na nossa experiência, surgem vagas em engenharia e na parte financeira também”.
Andréa cita como exemplos vagas oferecidas para empacotadores de supermercados e posições temporárias. “Percebo que quando um jovem assume um serviço temporário, ele tem menos comprometimento. Ele vai largar para uma viagem com os amigos, por exemplo”.

 

Mais da metade dos aposentados da Baixada Santista ganha até dois salários mínimos Reviewed by DestakNews Brasil on 16:27 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.