AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Greve dos servidores de Santos já é considerada a mais longa da história

06/04/2017

Categoria está de braços cruzados há 29 dias; hoje proposta de reajuste é votada na Câmara

A Tribuna

Após decisão do Tribunal de Justiça, apenas 20% da categoria segue em greve (Foto: Alexsander Ferraz)

No dia em que a Câmara de Santos vota o projeto de reajuste salarial dos servidores públicos, a greve da categoria completa 29 dias, sendo considerada a mais longa da história, superando a de 1995, que durou um dia a menos. 

Na ocasião, a paralisação tinha como objetivo pressionar a Administração Municipal a apresentar melhores remunerações aos servidores. As perdas do funcionalismo, naquela época, giravam em torno de 150% a 230%. 
Hoje, mesmo com o projeto de reajuste da categoria tendo sido enviado à Câmara, a categoria segue de braços cruzados. Em razão de uma decisão do Tribunal de Justiça, 80% dos servidores já retornaram aos postos de trabalho. 
“Esta greve está se arrastando por conta da intransigência do prefeito. A categoria, além de ter seu salário reduzido, está sendo ameaçada de ter a remuneração cortada por conta dos dias parados. Nossa greve é legítima e esse comportamento do prefeito mostra que o mesmo não respeita nem a greve, nem a categoria”, comenta o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santos (Sindserv), Flávio Saraiva. 
Para acatar a decisão do TJ, Saraiva comenta que a categoria promove um revezamento entre as funções, para que todos possam paralisar as atividades. “Por uma questão de solidariedade, todos estão parando um pouco, até porque não dá para os serviços ficarem 100% paralisados”, explica. 
Hoje, os servidores prometem participar da sessão da Câmara, quando o projeto de reajuste salarial deverá ser votado. Ontem, a base governista passou atrás de votos para aprovar a proposta, que é inferior ao pedido salarial dos trabalhadores. 
Há pressão dos dois lados, sem consenso: dos 21 vereadores, dez declararam para a Reportagem que são a favor da proposta, oito disseram que votarão contra e três garantiram decidir na hora.
A proposta do prefeito prevê 2% de abono entre julho e setembro, passando para 5,35% de outubro a novembro. Em dezembro, o índice de 5,35% seria incorporado aos salários dos profissionais. Barbosa pretende ainda descontar os dias em que os funcionários ficaram parados. Os servidores queriam 7% de reajuste, retroativo a fevereiro.

 

Greve dos servidores de Santos já é considerada a mais longa da história Reviewed by DestakNews Brasil on 13:46 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.