AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

EUA estão prontos para intervir novamente na Síria, diz embaixadora americana na ONU

08/04/2017
Nikki Haley defendeu a ação militar de Washington e disse que não se pode ficar a margem quando são utilizadas armas químicas, pois acredita ser ‘interesse vital’ impedir seu uso e expansão

Estadão
 
Foto: REUTERS/Stephanie Keith

NAÇÕES UNIDAS - A embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, ameaçou nesta sexta-feira, 7, intervir mais uma vez na Síria, um dia depois de um bombardeio realizado por Washington contra posições do regime do líder sírio, Bashar Assad. A decisão foi uma retaliação ao ataque com armas químicas que provocou a morte de cerca de 100 pessoas na terça-feira 4.
“Os EUA tomaram uma decisão muito calculada na noite de quinta-feira. Estamos dispostos a fazer mais, mas esperamos que não seja necessário”, ressaltou Nikki no Conselho de Segurança.


Ela defendeu a ação militar de seu país e assegurou que Washington não pode ficar indiferente quando armas químicas são utilizadas, pois considera “um interesse vital de segurança nacional” impedir seu uso e expansão. “Tínhamos motivos para fazê-lo”, destacou Nikki.
Segundo ela, “a mancha moral do regime de Assad já não podia seguir sem resposta” e seus “crimes contra a humanidade já não podiam se encontrar com palavras vazias”. “Era o momento de dizer basta. Mas não apenas dizer. Era hora de agir”, insistiu a embaixadora, deixando claro que o líder sírio “não deve usar armas químicas nunca mais”.
Nikki garantiu ainda que tanto o Irã quanto a Rússia têm responsabilidade pelo ataque químico em razão de sua defesa do regime de Damasco. “Cada vez que Assad cruzou a linha da decência humana, a Rússia o respalda”, disse ela.


Nikki Haley defendeu a ação militar de Washington e disse que não se pode ficar a margem quando são utilizadas armas químicas, pois acredita ser ‘interesse vital’ impedir seu uso e expansão
A embaixadora também afirmou que a Rússia tem responsabilidade especial como garante o acordo ao qual a Síria aderiu para eliminar todo o seu arsenal químico. Além disso, ela disse que só há três explicações para o “fracasso” russo nesta tarefa: ou Moscou permitiu conscientemente que a Síria mantivesse armas químicas, ou foi “incompetente” em seu trabalho ou o regime de Assad está “achando que eles são tolos”.
“O mundo está esperando que o governo russo atue de forma responsável na Síria, e a Rússia reconsidere sua aliança equivocada com Assad”, destacou. Nikki acredita que os últimos acontecimentos permitirão avançar para uma “nova fase” do processo político na Síria, na qual o governo e seus aliados se comprometam “seriamente” com as negociações. / AFP e EFE
Ataque dos EUA na Síria
  
EUA estão prontos para intervir novamente na Síria, diz embaixadora americana na ONU Reviewed by DestakNews Brasil on 00:53 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.