AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Atentados em duas igrejas cristãs no Egito deixam mais de 40 mortos e centenas de feridos

09/04/2017
Grupo jihadista Estado Islâmico assumiu autoria dos ataques realizados no dia em que os cristãos do país celebravam o Domingo de Ramos

Estadão


Foto: Mohamed Hossam / EFE
 
CAIRO - Pelo menos 44 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas em dois atentados a bomba em duas igrejas cristãs coptas no Egito neste domingo, 9. O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu autoria dos ataques, que ocorreram uma semana antes do dia em que os cristãos celebram a Páscoa e no mesmo mês em que o papa Francisco tem programada uma visita ao país. O presidente egípcio, Abdel-Fattah Al-Sissi, anunciou um "estado de emergência por três meses" no país.
A primeira bomba, em Tanta - cidade localizada a menos de 100 quilômetros do Cairo -, destruiu o interior da Igreja de São Jorge e matou mais de 20 pessoas, segundo o Ministério da Saúde do Egito. O segundo ataque, realizado poucas horas depois por um homem-bomba em Alexandria, na catedral de São Marcos, atingiu o local histórico do papa copta, matando mais de 10 pessoas, incluindo três policiais.
O papa Tawadros estava no edifício no momento da explosão, mas não ficou ferido, de acordo com o Ministério do Interior. Os atentados ocorreram em um dia considerado importante para a minoria cristã no país - cerca de 10% da população -, quando é celebrado o Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa. 
Dois soldados do EI coordenaram os ataques suicidas, de acordo com informações de um site de propaganda jihadista. A explosão em Alexandria foi realizada por um homem identificado como Abu Al-Baraa Al-Masri, e a de Tanta, por Abu Ishaaq Al-Masri.
Atentados em igrejas cristãs no Egito
Atentados em igrejas cristãs no Egito
Em dezembro de 2016, um grupo filiado ao EI reivindicou responsabilidade por um atentando em uma igreja no Cairo que matou cerca de 30 pessoas, a maioria mulheres, assim como uma série de assassinatos na Península do Sinai, causando a fuga dos moradores para áreas mais seguras do país.  
"O terrorismo atingiu o Egito novamente, desta vez no Domingo de Ramos. Outro detestável ataque contra todos os egípcios", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Abu Zeid, em sua conta no Twitter. "Sofremos a perda trágica e dolorosa de vidas egípcias. Isso é uma tentativa fracassada contra a nossa unidade", completou.

Atentados em igrejas cristãs no Egito deixam mais de 40 mortos

O grande xeque Ahmed el-Tayeb, chefe do Al-Azhar do Egito - principal centro de aprendizagem no Islã sunita - condenou os atentados, qualificando-os como um "ataque terrorista desprezível que tinha como alvo a vida de inocentes.
Segurança. Israel advertiu neste domingo seus cidadãos que moram no Sinai para que abandonem a região "imediatamente". "O sangrento ataque reflete mais uma vez a capacidade terrorista do EI", indicou o departamento antiterror do governo israelense em um comunicado. "Dada a gravidade da ameaça, o departamento aconselha a todos os israelenses que estão no Sinai que saiam imediatamente e voltem a Israel." / REUTERS, EFE e AFP
Atentados em duas igrejas cristãs no Egito deixam mais de 40 mortos e centenas de feridos Reviewed by DestakNews Brasil on 20:39 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.