Hoje em Dia
 
Depois de ser anunciado e apresentado pelo Boa Esporte, o goleiro Bruno precisava cumprir dois protocolos para ficar apto a, novamente, jogar uma partida oficial após quase sete anos preso: entrar em forma e regularizar sua documentação pelo Boa Esporte. Como tinha um contrato assinado com o Montes Claros, clube que interrompeu suas atividades, seria preciso rescindir contrato com a equipe do Norte de Minas para depois registar o acordo com o clube de Varginha. O que começou a acontecer nesta quinta-feira.
O nome de Bruno apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pela rescisão contratual com o Montes Claros. Agora, o próximo passo da diretoria do Boa é regularizar o goleiro.  
Como precisa de mais tempo para entrar em forma, Bruno segue treinando no Centro de Treinamento do Boa. Sua estreia com a camisa da equipe de Varginha só deve acontecer na Série B do Campeonato Brasileiro. Isso, caso a Justiça não determine até lá o retorno do jogador ao presídio. 
Condenado pela morte de Eliza Samúdio, o goleiro ainda corre o risco de retornar à cadeia.