A partida entre Cruzeiro e Chapecoense tinha tudo para ser um encontro especial, carregado de emoção. E, ainda por cima, com muito holofote para chamar a atenção de todo o mundo, já que a equipe principal da Chape estaria envolvida em seu primeiro jogo oficial fora de Santa Catarina.
Mas, por conta do elevado número de competições e dos problemas no calendário na Copa da Primeira Liga, o encontro de mineiros e catarinenses no Mineirão, nesta quinta (9), às 21h45, estará bastante esvaziado.
Ambas as equipes sofrem com o intervalo entre suas partidas. O Cruzeiro fará três jogos somente nesta semana, contando o duelo do último fim de semana com o Tricordiano, o jogo de hoje e o compromisso com o Tupi, sábado. Serão menos de 40 horas de descanso entre o jogo de hoje e de Juiz de Fora.
“Nós ainda não temos um time reserva e titular. São todos jogadores de alta qualidade no nosso elenco. Separamos em dois grupos porque o grande número de jogos do mês não permitiria que a gente jogasse todos os jogos com a mesma equipe”, explicou o técnico Mano Menezes, que promove rodízio no elenco azul.
Jovens
Como tinha jogo com o Avaí, que valia a ponta do Campeonato Catarinense, ontem, diretoria e comissão técnica decidiram por enviar a equipe sub-23 da Chape para o compromisso contra o time celeste.
O intervalo menor que 24h entre um jogo e outro da equipe de Chapecó inviabilizou a vinda dos titulares à capital mineira. Fato que contraria legislação vigente, já que a determinação é que haja descanso de pelo menos 72 horas a cada jogo.
Em solo mineiro desde segunda-feira, os jovens atletas do Índio Condá finalizaram ontem os preparativos para o jogo com o Cruzeiro no centro de treinamento do Atlético.

“É um time de garotos. O Cruzeiro vai de time reserva para a partida, já a Chapecoense entrará em campo com os reservas dos reservas”, comenta o jornalista Rodrigo Goulart, do jornal "Diário do Iguaçu", de Chapecó.
Homeagem
A diretoria do Cruzeiro entregará à Chapecoense uma faixa produzida em dezembro do ano passado, com frases de apoio escritas por torcedores. “Vamos fazer uma homenagem. O nosso marketing está cuidando disso”, comentou o vice-presidente cruzeirense Bruno Vicintin ontem, na Toca II.
FICHA DO JOGO
CRUZEIRO - Rafael; Mayke, Caicedo, Manoel e Bryan; Lucas Romero, Hudson, Élber, Alex e Rafinha; Ramon Ábila. Técnico: Mano Menezes
CHAPECOENSE - Tiepo; Lucas Marques, Iago, Vinícius e Buzanello; Scalon, Lucas Mineiro e Bryan. Lourency, Perotti e Wesley Natã. Técnico: Emerson Cris
HORÁRIO E LOCAL - 21h45, no Mineirão, em Belo Horizonte
ARBITRAGEM - Daniel Nobre Bins, auxiliado por Lúcio Beiersdorf Flor e Júlio Cesar Espinosa de Freitas
TRANSMISSÃO - Premiere