AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

"BOATO "Exército é rendido por traficantes em favela do Espírito Santo, mais um boato

12/02/2017

Usuários dos grupos de WhatsApp surgem com mais um novo boato 

Do DestakNews


Em meio a uma crise na segurança pública no Estado do Espírito Santo, em uma greve branca da Polícia Militar, o Exército foi convocado para dá segurança e manter a ordem pública nas ruas do Estado.

Em virtude dos acontecimentos, um vídeo polêmico tem viralizado nos grupos de WhatsApp. O vídeo mostra armas no chão e soldados do Exército Brasileiro acuados.

O vídeo vem com a seguinte mensagem:

Na verdade, este vídeo foi feito no dia 22/11/216, em uma aldeia indígena, onde os militares apreederam motos e outros pertences dos indígenas, a matéria abaixo foi publicada na época pelo portal Rondon. Leia abixo toda verdade deste caso.

Índios fazem soldados do Exército reféns em Guaíra/PR


Na noite de terça-feira (22/11/2016), um tumulto aconteceu na aldeia indígena localizada nas proximidades do Aeroporto de Guaíra. Segundo informações da Polícia Militar do município, o Exército Brasileiro fazia a operação Fronteira Sul na região e durante a ação duas motocicletas dos índios foram apreendidas porque um piloto estava sem CNH e o outro com documentação irregular.
Revoltados com as apreensões, os índios fizeram alguns soldados reféns e pediam que as motos fossem devolvidas. As equipes da polícia militar do município foram chamadas pra controlar a situação.

Ainda durante a noite, a justiça determinou que as motos fossem devolvidas. A ordem foi cumprida e o tumulto resolvido. A Polícia Militar não soube informar de qual batalhão pertenciam os soldados feitos reféns e nem quantos ficaram nas mãos dos índios.


Por tanto, o vídeo que está circulando nos grupos de WhatsApp coma a descrição abaixo, é verdadeiro, é mais um boato dos zapeiros, boateiros de plantão.

Publicidade:

"BOATO "Exército é rendido por traficantes em favela do Espírito Santo, mais um boato Reviewed by DestakNews Brasil on 02:33 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.