AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Ex-tesoureiro do PT confessou a Moro que o partido faz campanha de forma ilegal

Um dos muitos ex-tesoureiros do PT, Paulo Ferreira, confessou ao juiz federal Sérgio Moro na quarta-feira, 14, que o PT – e os outros partidos políticos – trabalha com recursos não contabilizados. 
Ele é réu da Operação Lava Jato, preso desde 23 de junho, e foi interrogado na Justiça Federal em Curitiba.
Ferreira foi preso na Operação Abismo, 31.º desdobramento da Lava Jato – neste caso, além do ex-tesoureiro, outros treze investigados são réus. O petista é acusado do recebimento de propinas nas obras do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobrás (Cenpes).
Durante o interrogatório, nesta quarta, 14, o juiz perguntou ao ex-tesoureiro:
“O Partido dos Trabalhadores comumente tem feito declarações públicas de que eles não trabalham com recursos não contabilizados. Salvo engano, na minha compreensão, o sr. está afirmando algo diferente, que havia esses pagamentos, inclusive aqui na sua própria campanha. O sr. saberia explicar essa contradição?”
Paulo Ferreira respondeu:
“É um problema da cultura política nacional, dr. Moro. Eu não estou aqui prá mentir prá ninguém. Estou aqui prá ajustar alguma dívida que eu tenha, minha disposição aqui é essa.”

Fonte: Jornal Livre
Ex-tesoureiro do PT confessou a Moro que o partido faz campanha de forma ilegal Reviewed by DestakNews Brasil on 16:15 Rating: 5
Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.