Na última semana, a diretoria do Corinthians esfriou a possibilidade de o meia-atacante Marlone ser comprado pelo Atlético. Entretanto, a situação está viva e o Galo caminha para fechar mesmo com o jogador de 24 anos.
Em contato com a reportagem do Hoje em Dia, o empresário do atleta, Reginaldo Duarte, negou que o interesse do clube mineiro em contar com Marlone tivesse se encerrado após o diretor de futebol do Timão, Flávio Adauto, afirmar que o clube paulista recusou a proposta alvinegra e que gostaria de contar com o candidato ao prêmio Púskas para 2017. O agente ainda acrescentou que haverá “novidades” nesta terça-feira.
Marlone está de férias na Disney, onde passou o Natal com a esposa e a filha. Chegará ao Brasil nesta quinta-feira (29) para, finalmente, decidir o futuro, que tudo indica, será mesmo no Atlético, atuando pela Libertadores.
O Galo, para ter Marlone, deve investir cerca de 3 milhões de euros, perdoando uma dívida da venda do meia-atacante Giovanni Augusto ao próprio Corinthians, em janeiro deste ano.
GENERAL FORA
As partes se calaram. Nem a diretoria do Atlético, nem o staff do volante Leandro Donizete falam sobre o futuro do jogador. Interessado em ficar no Galo, Donizete não deve ter o contrato renovado em BH pois a diretoria alvinegra não concorda com o tempo de contrato que o “general” deseja para permanecer mais um ano no clube. 

Assim como a situação de Marlone, a saída do jogador deve ser decretada nesta semana, já que o Atlético não deverá convocar uma nova reunião para discutir a renovação. O Galo gostaria que Donizete assinasse por mais um ano, enquanto o jogador busca uma estabilidade maior, ou seja, atuar por pelo menos 12 meses sem ter que se preocupar com novas tratativas de renovação.
Se Donizete está com “um pé e meio” fora, o atacante Rafael Moura será reaproveitado pelo Atlético e se apresenta no dia 7.