AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Acidentes nas rodovias que cortam Minas deixam 27 mortos no feriado de Natal

26/12/2016
Segundo Polícia Militar Rodoviária, o trânsito nas estradas segue sem retenções na saída para o feriado de Réveillon
 
Hoje em Dia
 
Mesmo sem feriado prolongado e com apenas três dias de circulação de veículos mais intensas, o Natal foi trágico nas rodovias mineiras. Ao todo, 27 pessoas morreram nas estradas estaduais e federais que cortam Minas.
Nas rodovias de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram 18 mortes. O período contabilizado é de 19 a 25 de dezembro. O número é 33% menor do que o registrado no ano passado, quando foram 27 mortes. O período da operação natalina no ano passado compreendeu os períodos de 21 a 27 de dezembro de 2015.
Segundo o chefe da comunicação da PRF, inspetor Aristides Júnior, grande parte dos acidentes foram motivadas por erros dos condutores. “Excesso de velocidade, ultrapassagens em locais proibidos contribuíram com as mortes”, explica. 
Estaduais
Nas rodovias estaduais, nove pessoas morreram e outras 205 ficaram feridas em 169 acidentes registrados durante o feriado, segundo dados da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). O período compreendido é de 0h de sexta-feira até 23h59 de domingo. As principais causas dos acidentes foram falta de atenção ao volante (50), velocidade incompatível (23) e dirigir embriagado/alcoolizado (17).
No balanço divulgado nesta segunda-feira, a corporação informou que foram realizados 1.122 testes de bafômetro, sendo que 27 pessoas foram presas por embriaguez ao volante. Ao todo foram fiscalizados 22.674 veículos, com 217 remoções. As câmeras com radares instalados nas rodovias registraram 986 irregularidades, que resultaram em multas.
Redução
Com relação ao mesmo período do ano passado, houve uma redução de mortes. Entretanto, em 2015, o levantamento da PM foi feito entre os dias 24 a 27 de dezembro, registrando 14 mortes.
Acidentes nas rodovias que cortam Minas deixam 27 mortos no feriado de Natal Reviewed by DestakNews Brasil on 17:25 Rating: 5
Postar um comentário
DESNEWS

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.