Sistema ‘Olho Vivo’ é ampliado em Arcos/MG



Na manhã de sexta-feira (18), ocorreu em Arcos, no Quartel da Polícia Militar, a solenidade oficial de ampliação do Sistema de Videomonitoramento ‘OLHO VIVO’.
 (Fotos Polícia Militar/Divulgação)

Várias autoridades prestigiaram o evento, entre elas: o comandante da Sétima Região da Polícia Militar, Coronel Carvalhaes; o Sub-comandante do Sexagésimo Terceiro Batalhão da Polícia Militar, Major Levy, o comandante da Ducentésima Quadragésima Primeira Companhia PM, Tenente Bittencourt; o prefeito de Arcos, Claudenir José de Melo – ‘Baiano’; o vice-prefeito Wellington Roque, vereadores, representantes de bancos, entre outras personalidades.
A partir de agora, Arcos conta com 18 câmeras de videomonitoramento 24 horas por dia, implantadas em pontos estratégicos do município.

O projeto
O projeto ‘OLHO VIVO’ teve sua idealização iniciada em Arcos em meados de 2010, quando a Administração Municipal firmou parceria com a Polícia Militar para juntas criarem uma estrutura de videomonitoramento 24 horas por dia. À época, o Comandante da 241ª Companhia PM, 1º Tenente Bittencourt, apresentou ao Prefeito Municipal, Claudenir José de Melo, o ‘Baiano’, uma proposta de vigilância por câmeras que poderia resultar na obtenção de importantes feitos no cenário da segurança pública, tanto em termos de prevenção quanto de repressão qualificada de delitos. Desde então, dezenas de ocorrências com a apreensão de drogas, armas e materiais ilícitos foram registradas em função dos flagrantes de crimes e contravenções penais obtidos por meio das câmeras do ‘OLHO VIVO’ de Arcos.
A central de vigilância está instalada no Quartel da Polícia Militar e os sete operadores do sistema de videomonitoramento, devidamente selecionados e portadores de capacitação técnica, se revezam na escala de serviço para garantir que o monitoramento e a gravação das imagens funcionem de forma eficiente e ininterrupta.
Para tanto, todo um trabalho de planejamento foi desenvolvido, com várias visitas a Belo Horizonte e o acompanhamento e aprovação da Diretoria de Sistemas da Polícia Militar em todas as fases de implantação desta ferramenta tecnológica de combate ao crime.
O projeto também contou com a colaboração efetiva do Ministério Público, Poder Judiciário, Conselho Municipal de Segurança Pública (CONSEP) e Câmara de Vereadores, que se dispuseram a apoiar o processo de implantação e gradual expansão do Sistema ‘OLHO VIVO’.
Neste ano, houve a necessidade de potencializar o sistema. Para isso, o Tenente Bittencourt e o Sargento Jonas levaram até o Prefeito ‘Baiano’ e à Câmara de Vereadores os meios mais viáveis para a aquisição de novas câmeras e sua instalação em pontos estratégicos do município, com o mapeamento das principais rotas de fuga. A adesão das autoridades foi imediata. Seguindo as normas da Polícia Militar e respeitando os princípios da administração pública, o prefeito municipal e os vereadores assumiram o compromisso de expandir o sistema, o que foi feito. O que teve início com 08 (oito) câmeras passou a contar agora com 18 (dezoito) câmeras de vigilância e gravação de imagens.
O Sistema ‘OLHO VIVO’ é, sem dúvida, um marco na segurança pública de Arcos. Autoridades de variadas cidades da região tem vindo constantemente conhecer a estrutura e a dinâmica de trabalho dos profissionais do videomonitoramento, como: Lagoa da Prata, São Sebastião do Oeste, Pará de Minas, Campos Altos, Bambuí, entre outras.
A população arcoense e de toda a região só tem a ganhar com esse grande projeto, que tem como finalidade primeira a garantia da eficácia do trabalho policial e a conseqüente aplicação da lei pelos demais órgãos competentes. 

Fonte: Acessória de Comunicação Organizacional do 63º BPM