Santos faz 3 a 2 no Vitória e reassume a vice-liderança do Brasileiro

Copete, duas vezes, e Ricardo Oliveira, na cobrança de um pênalti, marcaram para o Peixe

A Tribuna

O colombiano Copete vibra muito na comemoração do primeiro gol dele na partida (Foto: Rogério Soares/A Tribuna)


O Santos reassumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Vitória (agora na zona do rebaixamento) na noite desta quinta-feira (17) na Vila Belmiro por 3 a 2.
O colombiano Copete marcou dois gols e Ricardo Oliveira (na cobrança de pênalti) fez o outro. 
A derrota colocou os baianos por algumas horas na zona do rebaixamento. Depois, com o empate do Inter diante da Ponte, o Vitória voltou a respirar.
Não foi fácil para o Santos bater o rival. Os baianos deram trabalho, porque não ficaram recuados. Eles tentaram propôr o jogo.
O Peixe precisou de paciência para envolver o adversário. Lucas Lima, como verdadeiro organizador, ditou o ritmo e fez seu time jogar mais pelo lado direito do ataque. Deu certo. Por ali, nasceu o primeiro gol.
Aos 35 minutos, o meia tabelou com Vitor Bueno e achou Jonathan Copete nas costas da zaga. Ele estava impedido, mas a arbitragem não marcou nada. O colombiano aproveitou para abrir o placar.
Na etapa final, Argel Fucks mandou o Vitória para o ataque. A postura ofensiva surtiu efeito aos 14, quando Yuri colocou o braço na bola e fez pênalti. Com calma, no minuto seguinte, Marinho empatou.
A tensão começava a tomar conta da Vila. Mas, aos 20, Copete sofreu pênalti, convertido na sequência por Ricardo Oliveira.
Com os visitantes se lançando ao ataque de vez, sobrou espaço. O Peixe aproveitou para ampliar. Aos 38, o time entrou na área baiana, e Copete fez seu décimo gol no Brasileirão, tornando-se artilheiro do clube na competição ao lado de Vitor Bueno.
Nos acréscimos, Serginho, que está emprestado pelo Santos ao Vitória, descontou. Apesar disso, o triunfo estava assegurado.
O Santos volta a campo no próximo domingo, às 17 horas, para enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão. Nos mesmos dia e horário, o Vitória recebe o Figueirense.
FICHA TÉCNICA:
SANTOS 3 X 2 VITÓRIA
SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Yuri, Fabián Noguera e Zeca; Renato (Léo Cittadini), Thiago Maia, Lucas Lima e Vitor Bueno (Lucas Veríssimo); Copete e Ricardo Oliveira. Técnico - Dorival Júnior.
VITÓRIA - Caíque; José Welison, Victor Ramos, Kanu e Diego Renan; Marcelo (Diogo Mateus), Willian Farias e Cárdenas (Serginho); Marinho, Kieza e Euller (David). Técnico - Argel Fucks.
GOLS - Copete, aos 35 minutos do primeiro tempo; Marinho (pênalti), aos 16, e Ricardo Oliveira (pênalti), aos 21, e Copete, aos 38, e Serginho, aos 48 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO).
CARTÕES AMARELOS - Yuri, Thiago Maia e Ricardo Oliveira (Santos); Diogo Mateus (Vitória).
RENDA - R$ 260.390,00.
PÚBLICO - 9.258 pagantes.
LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).