PM de Nova Serrana prende foragido da justiça que cultivava "maconha" e detinha ilegalmente arma de fogo


Neste domingo (6), durante moto patrulhamento pelo bairro Concesso Elias, mais precisamente na avenida Norte, em Nova Serrana/MG, policiais militares depararam com um indivíduo suspeito na porta da residência, sendo ele de imediato reconhecido como sendo a pessoa de W. I. da S., para o qual há um mandado de prisão em aberto. 

(Fotos Polícia Militar/Divulgação, materiais apreendidos)
 
Ao avistar os militares, o autor começou a empreender fuga, sendo a ele dada a ordem legal de parada, tendo desobedecido e evadido para o interior da residência. De imediato foi acionado reforço e a cerco a residência; a PM entrou no local, tendo de imediato a equipe localizado próximo à entrada principal da casa, cultivado em um balde, uma planta semelhante à cannabis sativa, vulgo maconha, e em seguida o autor, sendo a ele dado voz de prisão. Conforme contido no disque denúncia unificado (181) Nr 67681016j, informações davam conta de que o autor pratica tráfico de drogas no citado endereço e que ele possui uma arma de fogo, que inclusive a porta e exibe em via pública. Questionado sobre o contido na citada denúncia o autor confessou que realmente possui um revólver, tendo autorizado os militares a realizar uma busca em sua residência. Durante a varredura na casa, os militares localizaram debaixo da geladeira um revólver marca Rossi calibre .38, numeração raspada, carregado com seis munições intactas do mesmo calibre e uma balança de precisão em cima de um rack no quarto do autor. O restante da equipe localizou espalhado pela casa três aparelhos smartphone e um notebook marca Acer, ambos de procedência duvidosa, além de uma "bucha" de substância semelhante a maconha. Diante o exposto o autor foi conduzido até a Depol em condições físicas normais para demais providências.
 (Fotos Polícia Militar/Divulgação, Preso)

Ainda em continuidade a ocorrência, suspeita-se que este foragido seja o autor do homicídio contra uma mulher no bairro novo Horizonte meses atrás. Na época ele e um comparsa iriam tentar contra a vida de um preso albergado que saia para trabalhar durante o dia; porém o albergado percebeu a ação e se escondeu atrás da vítima que transitava pelo local, onde a mulher foi atingida e veio a óbito.

Fonte: Acessória de Comunicação Organizacional do 60º BPM