Petistas surtam após prisão de Cabral, Medo é de que próximo seja Lula, Novas narrativas surgem

O clima no PT se tornou sombrio após a prisão do ex-governador Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro. O partido entende que o próximo a ser preso é Lula.

Cabral era aliadíssimo do ex-presidente. Um vídeo antigo onde Lula e Cabral humilham um menor carente nas ruas do Rio está bombando de novo na Internet. Uma gravação de março de 2016 – revelada nos áudios expostos por Sérgio Moro – entre o atual prefeito Eduardo Paes e o ex-presidente falavam dessas relações fortíssimas entre o último e Cabral.
Vários sinais tem dado contra de que a ala do PMDB mais ligada ao projeto totalitário de poder do PT – incluindo a ala de Sergio Cabral – pode fornecer delações que compliquem ainda mais o ex-presidente (como se fosse possível complicá-lo ainda mais).
Em razão disso, os petistas estariam criando narrativas dizendo que os “próximos” serão políticos do PMDB, DEM e até do PSDB. O objetivo da narrativa será tentar manter a tropa petista animada e ainda esperançosa de que Lula não será preso.
Mas até a ONU já deu sinais de ter percebido que Lula está tentando apenas “habeas corpus internacional”. Para piorar a situação do petista, seus advogados do petistas declararam que estão certos de que ele vai ser condenado.

Fonte: Jornal Livre