PCMG trabalha para identificar corpo encontrado em abismo em Caraí/MG

Um corpo de mulher, ainda não identificado, foi encontrado em um abismo ao lado da estrada vicinal que liga Caraí ao Córrego dos Quartéis, na região do Vale do Jequitinhonha, no dia 18 de novembro.

  
O corpo estava sem roupas e amordaçado. A vítima aparenta ter entre 18 e 25 anos e cabelos castanhos com mechas loiras.

O corpo já estava em avançado estado de decomposição e, por isso, não foi possível o reconhecimento da vítima, nem a determinação da causa da morte. Os exames periciais ainda revelaram que a morte teria ocorrido até 48 horas antes de o cadáver ser encontrado

O delegado Arthur Simões, responsável pelas investigações, destaca “as investigações estão em andamento, estamos ouvindo testemunhas e o trabalho deve ser finalizado em breve”.  

Remoção do corpo
Devido ao local de difícil acesso em que o corpo foi encontrado e, como, na data em que o mesmo foi encontrado estava em período de chuvas fortes naquela região, foi necessário utilização de veículo traçado da Prefeitura para deslocamento até o ponto de retirada. A equipe responsável pelo resgate utilizou-se de um rapel para fazer a retirada do corpo do abismo.
Reconhecimento 
Apesar da dificuldade em se chegar à identificação da vítima, a equipe da Polícia Civil na cidade realizou uma ampla pesquisa e chegou a uma suposta identidade. A busca se estendeu por perfis de todo o estado, principalmente, porque não há relato de pessoas desaparecidas com essas características na região de Caraí.

A família da mulher desaparecida em Belo Horizonte, em 14 de novembro, já foi localizada e comunicada. Familiares doaram material genético para comparação e, também foi coletado material da vítima para auxiliar no reconhecimento por exame de DNA. Os exames seguem em andamento no Instituto de Criminalística de Belo Horizonte.