PCMG participa de web conferência pela promoção da igualdade racial, saiba mais

Divulgação PCMG
 
Na manhã desta segunda-feira (28), a Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da Coordenação de Direitos Humanos, participou da web conferência “Construindo Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial”, promovida pela Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac) nas ações da Semana Nacional da Consciência Negra.

                                                                                                                                                                                                                   Divulgação PCMG

Web conferência discutiu atuação e defesa dos diretos dos negros


As explanações sobre as estruturas estaduais de promoção dos direitos humanos ficaram sob a tutela da superintendente de Políticas Afirmativas da Sedpac, Yone Gonzaga, e do superintendente de Políticas Públicas para Povos e Comunidades Tradicionais da Sedpac, João Pio. Representando a Polícia Civil, a delegada Elizabeth Martins falou sobre as legislações que asseguram os direitos humanos com ênfase nos crimes de racismo e injúria racial, além de apresentar as competências da coordenação de direitos humanos da PCMG e do Núcleo de Atendimento a Vítimas de Crimes Raciais e Intolerância (Navcradi).

Participaram da web conferência gestores e líderes políticos e comunitários das cidades de Frutal, Pouso Alegre, Machado, Alfenas, Itabira, Belo Horizonte, Itaúna, Ponte Nova, Nova Lima, Campo Belo, e Brasília de Minas.

Durante quase três horas os participantes também levantaram questionamentos sobre formas de atuação e defesa dos diretos dos negros e inserção da cultura negra na escola, compartilhando experiências realizadas em âmbito municipal com envolvimento das comunidades, gestores e órgãos públicos de educação, saúde e segurança pública.

 
Para João Pio, “não basta ter os parâmetros legais, precisamos ainda da materialização dos direitos para efetivamente melhorarmos a vida do negro no Brasil”. A delegada Elizabeth Martins frisou que é preciso conhecer as legislações e recorrer à Justiça, notificando, em qualquer delegacia da Polícia Civil, os crimes de racismo e injúria racial sofridos, pois há uma clara subnotificação desses crimes.

Para Yone Gonzaga, “o enfrentamento do racismo, previsto constitucionalmente, não é dever exclusivo dos negros, e sim de todos, sejam brancos, índios, pardos etc.”

Ao final foram disponibilizados contatos para a ampliação da rede de promoção dos direitos humanos e cooperação de ações e, aindas foi exibido o vídeo produzido pela Sedpac, para a promoção da Semana Nacional da Consciência Negra.

Coordenação de Direitos Humanos da PCMG

A coordenação de Direitos Humanos da Polícia Civil tem o objetivo de dar atendimento qualificado por meio do Navcradi e do Núcleo de Atendimento e Cidadania à População de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais (NAC-LGBT), além de ser responsável pelos projetos Mediação de Conflitos e Dialogar.

Para outras informações sobre a Coordenação de Direitos Humanos: Rua Bernardo Guimarães 1571, Lourdes, Belo Horizonte. Tel (31)3257-7302 – email: coordh.sipj.pcmg@gmail.com