Narcotraficantes embarcam 230 quilos de cocaína em navio no Porto de Santos

Carregamento ilegal foi interceptado por equipes do Receita Federal e da Polícia Federal

 A Tribuna

Porta-contêiner San Artemissio está atracado em um terminal no cais (Foto: Carlos Nogueira/A Tribuna)

Narcotraficantes embarcaram 233 quilos de cocaína em um navio atracado no Porto de Santos, na noite deste sábado (26). A ação foi frustrada por equipes da Receita Federal e da Polícia Federal, que conseguiram localizar o carregamento clandestino. Ninguém foi preso, mas estivadores foram levados à delegacia. 
Criminosos em uma embarcação de pequeno porte se aproximaram do navio San Artemissio, de bandeira de Singapura, atracado em um terminal da Margem Esquerda. Com o auxílio de pessoas a bordo do cargueiro, pelo menos sete bolsas com a droga foram içadas para serem escondidas em um contêiner.
Quando as equipes federais chegaram, os traficantes já tinham fugido e não eles foram localizados posteriormente. Após varredura a bordo, o carregamento ilegal foi achado e apreendido. A cocaína, dividida em mais de 200 tabletes, foi escondida numa carga de carvão. O destino da droga era porto de Antuérpia, na Bélgica.
Cocaína, armazenada em malas, foi escondida em carga de carvão (Foto: Divulgação/Receita Federal)

O Sindicato dos Estivadores (Sindestiva) confirmou que quatro trabalhadores portuários (três estivadores e um do bloco) foram levados durante a madrugada deste domingo (26) à Delegacia da PF, no Centro de Santos, para prestar depoimento como testemunhas do ocorrido. No início da manhã, todos foram liberados. 
Acumulado 
Segundo dados contabilizados pela Fisco e da PF até a ocorrência deste fim de semana, aproximadamente 10 toneladas de cocaína já foram apreendidas no Porto de Santos somente este ano. O número é recorde e representa mais de sete vezes o total da mesma droga localizada no cais santista ao longo de 2015. 
Cocaína foi apreendida pela Polícia Federal, que vai investigar o caso (Foto: Divulgação/Receita Federal)