Manicure e filho de 8 anos são executados a facadas dentro de casa em Betim/MG

Principal suspeito é o companheiro da mulher, que, até o momento, não foi encontrado; casal tinha brigas constantes

O Tempo

Menino tinha acabado de completar 8 anos

Uma manicure de 37 anos e o filho dela de 8 foram encontrados mortos, dentro da casa onde moravam, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, na noite dessa sexta-feira (4). As vítimas foram esfaqueadas no pescoço e sangraram até a morte, segundo análise preliminar da perícia.
À Polícia Militar (PM), uma tia da vítima, de 53 anos, contou que tentou falar com a sobrinha durante todo o dia para marcar um horário para uma conhecida fazer as unhas, mas não foi atendida. Por volta das 22h30, resolveu ir na residência, na rua Astolfo Dutra, no bairro Industrial São Luiz, para verificar o que estava acontecendo. Um irmão da mulher morta, de 43 anos, foi com a tia.
Com as cópias das chaves, os familiares entraram na casa e encontraram Cristiana Bezerra dos Santos e Guilherme Halley de Assis dos Santos caídos, muito ensanguentados, no banheiro.
Os parentes informaram ainda que o companheiro de Cristiana a agrediu no dia anterior e que mesmo eles se desentendendo com frequência, ela nunca teria o denunciado. Inclusive, relataram que o casal teria chegado a se separar, mas reataram há pouco tempo. A PM não conseguiu encontrar o suspeito.
Segundo a perícia, a mulher foi atingida por golpes no pescoço, na barriga, nas mãos e nos braços. Já a criança apresentava um corte profundo no pescoço. Os dois já apresentavam rigidez cadavérica, o que mostra que as mortes já tinham acontecido há algumas horas. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Betim.
Facada no centro de BH
Na madrugada deste sábado (5), o corpo de um homem, ainda não identificado, foi encontrado caído na avenida dos Andradas, no centro de Belo Horizonte, ensanguentado.
De acordo com a perícia, ele foi golpeado uma vez no peito, do lado direito, duas vezes nas costas e duas vezes no braço esquerdo. Uma câmera do Olho Vivo flagrou um Fusca próximo ao corpo, com um ocupante, parecendo, tentar socorrer a vítima, mas desistindo.
A Polícia Civil vai investigar o caso para desvendar o que teria acontecido com o homem.