Foragido por homicídio cometido em BH é preso no interior de São Paulo

A Polícia Civil de Minas Gerais, com o apoio da Delegacia de Investigações Gerais de São Paulo, prendeu nesta quarta-feira (16), em São José do Rio Preto, interior paulista, Wellington Ferreira da Silva, de 26 anos. 
Ele é suspeito pelo homicídio de Carolina Maria de Oliveira, de 17 anos, morta brutalmente no dia 11 de fevereiro deste ano, no bairro Granja Werneck, em Belo Horizonte.

Por meio de levantamentos realizados por policiais civis de Minas Gerais, Wellington foi localizado na cidade paulista, onde trabalhava como mecânico. Com essa informação, o delegado Sérgio Paranhos, que coordenou o inquérito policial, solicitou apoio à Policia Civil de São Paulo, que realizou a prisão.

Durante a operação policial, realizada em junho deste ano, Bruna Gonçalves Ferreira, de 25 anos, apontada como partícipe do crime também foi presa na cidade de Congonhas, região central do Estado.

O recambiamento de Wellington está sendo providenciado para Minas Gerais, onde o suspeito irá responder por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, com emprego de asfixia e por dissimulação.

Crime bárbaro
Segundo as investigações, suspeitos e vítima moravam no mesmo bairro e faziam uso de drogas. Bruna e Wellington teriam se unido para executar a vítima fundamentados em motivações próprias.

Wellington teria se envolvido afetivamente com Carolina, que não queria mais o relacionamento, deixando o suspeito indignado com a negativa da jovem. Já Bruna apresentava várias rixas com a vítima, por questões fúteis, conforme levantamentos.

No dia dos fatos, os suspeitos armaram uma emboscada para a vítima, que foi agredida, apedrejada e asfixiada e, após o crime, ainda teve o corpo parcialmente queimado. Ela foi encontrada na Estrada do Sanatório, região de Venda Nova, com sinais de esmagamento de crânio e rosto desfigurado.