Detran-MG homenageia vítimas de trânsito

A Polícia Civil, por meio do por meio do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), promoveu, nesta sexta-feira (18), no auditório da Delegacia Especializada de Acidentes de Veículos, evento em homenagem ao Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito.

Divulgação PCMG

Com o objetivo de orientar sobre condução segura, sensibilizar sobre os riscos da imprudência no trânsito e lembrar aqueles que perderam a vida ou a saúde nas estradas e ruas do país, foi realizado o seminário “Motociclista mais seguro”. Essa categoria de condutores foi escolhida como público alvo do evento em razão da necessidade de orientação de temas relacionados à realidade que enfrentam no dia a dia do trânsito.

Em 2015, segundo dados da Secretaria de Estado e Defesa Social (Seds), foram registrados 19.434 acidentes nas vias mineiras envolvendo vítimas fatais ou em estado grave. Segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil apresenta uma taxa de 23,4 mortes no trânsito para cada 100 mil habitantes. Dados apresentados pela BHTrans durante o evento demonstram que motociclistas representam 27% das mortes no trânsito e que o principal custo gerado pelos acidentes é a perda de produção, ou seja, muitas vezes o dano causa incapacidade de realizar outras tarefas durante um determinado tempo ou até mesmo invalidez.
 

                                                                                                                        Divulgação PCMG



“Não podemos entender os acidentes como mera fatalidade. Esse evento demonstra o compromisso das diversas instituições com essa realidade”, disse a delegada Carla Vidal ao falar da importância de promover o seminário em parceria com outros órgãos públicos e entidades.

Durante o evento, os participantes foram orientados sobre atendimento gratuito realizado pelo Núcleo de Mediação Restaurativa de Trânsito (MedTrans) e o papel da polícia judiciária, com a investigadora Ellen Carvalho e o delegado Diego Alves. Segundo Ellen Carvalho, os motociclistas são um público muito recorrente nos atendimentos da Medtrans e o evento é uma oportunidade para eles conhecerem uma alternativa para resolverem problemas envolvendo acidentes de trânsito por meio de um consenso. Para o delegado Diego Alves “um trânsito seguro é um direito de todos nós”.

O analista de relações comunitárias da BHTrans, Ronaro Andrade Ferreira, falou sobre o papel da BHTrans e estatísticas de acidentes. Uma palestra sobre pilotagem segura foi realizada pelo instrutor de motopilotagem da Honda, Rogério Gomes. O coordenador de operação e fiscalização de trânsito e transporte da Transcon, Fernando Fernandes, falou sobre fiscalização e segurança no trânsito. Os participantes puderam conhecer um pouco sobre o clube Motoboy com o diretor do clube, Leandro Melo, e no final foram sorteados capacete, luvas e bonés, oferecidos pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).


Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito

Os números alarmantes de mortes em consequência da violência no trânsito motivaram a Organização das Nações Unidas (ONU), em 2005, a estabelecer todo o terceiro domingo do mês de novembro como o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito. Data esta em que são homenageadas as pessoas que morreram em virtude de acidentes de trânsito, além de suas famílias, e todos aqueles que de alguma forma tiveram suas vidas afetadas por essas tragédias.