O penúltimo feriado prolongado do ano está se aproximando. Se você pretende realizar uma viagem de carro para curtir os dias de folga, é bom não bobear com a manutenção do carro. 

Para viajar não basta apenas calibrar os pneus, abastecer e conferir o óleo

Para garantir uma viagem segura e sem dor de cabeça para você e sua família, confira as dicas abaixo.
Mecânico
O primeiro passo é levar o carro em um mecânico de confiança. Além de ter os conhecimentos necessários para executar a manutenção, as chances de ter um serviço de baixa qualidade ou de ser enganado e, acabar pagando mais pelo serviço, são menores.
Filtros de ar, óleo e combustível
É importante saber se as trocas estão em dia, pois elas contribuem para evitar o desgaste, oxidação e  corrosão de peças do carro. Vale lembrar que não é recomendada a troca do lubrificante sem substituir também o filtro. Essa prática pode diminuir a vida útil do óleo e afetar o bom funcionamento do motor.
Lâminas e borrachas do para-brisas
É preciso avaliar se os encaixes das hastes do limpador estão seguros. Outro cuidado é em relação a lavagem da borracha das palhetas. Ela deve ser feita apenas com água, pois a adição de outros elementos químicos pode prejudicar o funcionamento da peça.
Fluído do freio, velas e cabos
Esses itens não podem nunca ser esquecidos. Para evitar qualquer problema nessas peças, o motorista deve verificar se o veículo não apresenta ruídos, trepidações, perda de eficiência ou pedal duro. Caso isso ocorra, o mecânico deve ser avisado na hora.
Correia dentada
A cada 50 mil quilômetros, a correia dentada deve ser trocada. No entanto, o rompimento dessa peça pode causar sérios danos ao motor, por isso o recomendado é que ela seja avaliada a cada 15 mil quilômetros.
Radiador

O radiador também precisa passar por manutenção regularmente. É necessário conferir se a válvula termostática, do radiador, da bomba d´água, da ventoinha e dos marcadores de temperatura do painel estão funcionando corretamente.

Outros componentes
Faróis, lâmpadas, pneus e gasolina também precisam ser checados. O motorista não deve esquecer de calibrar o estepe e, na hora de abastecer, o recomendado é procurar um posto conhecido para que o carro não receba gasolina adulterada e venha a apresentar problemas. 
Fonte: Total Lubrificantes do Brasil