Com homenagem ao samba, governo entrega ordem do mérito cultural a 30 artistas

O governo federal entregou na noite desta segunda-feira (7) a Ordem do Mérito Cultural a 30 artistas e seis instituições que contribuíram com o desenvolvimento da cultura brasileira. A condecoração, a maior honraria pública oferecida no setor cultural, é concedida anualmente e desde 1995 já agraciou mais de 500 artistas e projetos.

Da Agência Brasil



Presidente Michel Temer participa da cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Cultural 2016 - Dona Ivone Lara, no Palácio do Planalto Valter Campanato/Agência Brasi
 
Este ano, em comemoração ao centenário do samba, a grande homenageada é a Dona Ivone Lara, referência e pioneira na composição de sambas-enredos em uma época quase que majoritariamente dominada pelos homens.
Além de Dona Ivone Lara, que esteve presente na cerimônia apesar de sua saúde frágil, receberam o grau máximo de grã-cruz Clementina de Jesus, Donga, Papete, Ismael Silva e Noel Rosa, todos em memória, além do poeta e escritor Ferreira Gullar.
Durante o evento, o presidente Michel Temer anunciou a renovação por mais cinco anos da Lei do Audiovisual. Segundo ele, com a prorrogação os benefícios vão valer até 2022. “Aumentamos em mais de 40% o orçamento destinado ao ministério da Cultura em 2017, apesar do momento de arrocho, de aperto”, disse Temer.
Após a cerimônia, o ministro da Cultura, Marcelo Calero, explicou que a ampliação do orçamento do ano chega “muito próximo” de repor o que foi cortado pelos contingenciamentos promovidos nos anos anteriores pelo governo federal. Segundo ele, em breve será lançado um projeto chamado Bibliotecas do Amanhã.
“Acho que nós conseguimos apresentar ao presidente Temer, que esteve muito sensível às nossas demandas, uma série de planos e projetos para o ano que vem, desde o fortalecimento da Funarte [Fundação Nacional das Artes], passando pelas questões da Lei do Audiovisual. Foi um conjunto de ações que eram merecedoras de maior atenção orçamentária”, defendeu Calero.
Premiação
Na classe cavaleiro, os condecorados foram: Ricardo Cravo Albin, Rildo Hora e Rosa Maria Araújo. Entre os grupos e instituições, receberam a homenagem a Focus Cia. De Dança, a Fundação Darcy Ribeiro, o Grupo Teatro da Laje, o Instituto Ricardo Brennand, o Maracatu Feminino Coração Nazareno e o Museu do Samba.
Já na classe comendador, foram agraciados os seguintes artistas: Abel Gomes, Alcymar Monteiro, Ana Mae Barbosa, Andrucha Waddington, Beatriz Milhazes, Carlinhos de Jesus, Carlos Alberto Serpa de Oliveira, Carlos Vereza, Fernando Meirelles, Fred Gelli, Isaurinha Garcia, Jorge Aragão, Jovelina Pérola Negra, Marcus Faustini, Mauro Mendonça, Neguinho da Beija Flor, Nelson Sargento, Rosa Magalhães, Silas de Oliveira e Vik Muniz.