Chuva inunda ruas e deixa casas em Mongaguá parcialmente debaixo d'água

Moradores registram diversos pontos de alagamento pelo município

A Tribuna

Toda chuva que atinge Mongaguá é como se fosse uma tempestade. São necessárias poucas horas após as precipitações para surgirem relatos de ruas alagadas, perda de móveis e danos a automóveis. Apenas alguns dos problemas ocasionados pelo má drenagem do município, segundo os munícipes.

“Aqui sempre alagou, mas nunca desse jeito. O 'canal 1' fazia a vazão da água, mas está entupido e a Prefeitura não realiza a limpeza”, diz Rodrigo Bueno, que reside na Rua dos Funcionários Públicos, no Bairro Vera Cruz.

De acordo com ele, pelo fato dos alagamentos serem recorrentes, a maioria das casas foi erguida pelos moradores.

“Já estou aqui há seis anos e a água nunca tinha invadido minha residência, que está a um metro de da rua. Agora, na sala, a água atinge o meu joelho. Consegui salvar alguns bens, mas perdi os armários da cozinha e do quarto”.

Rodrigo, a esposa e os dois filhos foram para a casa de familiares neste domingo (13), quando notaram que teriam problemas.

“Naquele momento a água só tinha invadido a garagem. Hoje, voltei para casa e a minha reação foi de decepção. Fazemos tudo para dar certo e encontramos as coisas assim (destruídas)” 
 Apesar de ter parado de chover, por volta das 15 horas desta segunda-feira (14), Rodrigo explica que a água continua a escorrer pelo morro, que está encharcado e fica próximo às casas. “Percebi muitos vizinhos sendo levados pela Prefeitura para abrigos”.
Quem também vive um drama é Carlos Eduardo Araujo. Morador de São Paulo, há 16 anos ele tem casa em Mongaguá, na Rua Bolívia, no bairro Jardim Vera Stella. 

"Estamos ilhados desde a madrugada de sábado (12). Não conseguimos sair de casa. Não há escoamento de água na rua. Meu amigo está quase perdendo o carro, que está na garagem. Colocamos algumas madeiras em baixo para tentar protegê-lo".


Enquanto dirigia, motorista registrou a Avenida Nossa Senhora de Fátima alagada
Moradora da Rua Vera Estella, no Vera Cruz, teve a casa invadida pela água
 

Em nota, a Prefeitura de Mongaguá informa que, com as fortes chuvas, alguns pontos de alagamento se formaram na Cidade, sendo a maioria deles localizada na região da Avenida Monteiro Lobato, marginal da Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, notoriamente nos trechos que compreendem os bairros Vila Atlântica e Jardim Praia Grande. Segundo o comunicado, nada passou de transtornos com relação à locomoção.
Segundo a Defesa Civil, não há registros de ocorrências. De qualquer maneira, integrantes do órgão, assim como os agentes de trânsito e membros da Guarda Civil Municipal, estão percorrendo os bairros, visitando algumas comunidades, a fim de apurar eventuais episódios.