Chile decreta alerta nacional por carne brasileira contaminada

O Ministério da Saúde do Chile emitiu um alerta de segurança de alimentos por uma possível contaminação com a carne importada do Brasil, cuja venda e distribuição foi proibida, segundo um comunicado do governo divulgado nesta quarta-feira (9).

AFP
 
AFP / MAURICIO LIMA

O alerta foi emitido após o aparecimento de "lesões compatíveis com parasitose" na carne brasileira embalada descoberta por um consumidor que a adquiriu em um supermercado do porto de Valparaíso (120 km a oeste de Santiago) na terça-feira, diz a nota do Ministério da Saúde.
"Esse é uma alerta nacional, portanto, todos os supermercados e todos aqueles importadores que trazem carne ao Chile e que têm essa carne estão proibidos de vendê-la", declarou María Graciela Astudillo, representante do Ministério da Saúde em Valparaíso.
O Ministério da Saúde identificou "esferas ou glóbulos similares a gordura de distintos tamanhos, de cor amarela e salmão". Por esse motivo, foi realizada uma análise na carne para determinar qual tipo de parasita ela contém.
Além disso, foi solicitada uma investigação sanitária para estabelecer a quantidade de carne importada e onde ela foi comercializada.
O Brasil é o segundo fornecedor de carne do Chile, com 37.000 toneladas anuais, enquanto que o Paraguai é o maior exportador, com 39.000 toneladas, segundo dados do governo chileno.