"Caso Ana Clara" Delegado Dr. Douglas Camarano ouve a mãe de Ana Clara



Nesta quarta-feira (16), por volta de 13:15h, o Delegado de Polícia Civil de Carmo da Mata, falou, para o Jornal Tribuna do Carmo sobre o caso Ana Clara. 
 (Foto Tribunaweb/Divulgação)

Douglas Camarano disse que já ouviu, por algumas vezes, o padrasto da menina, Alex Júnior; a primeira vez foi contabilizado o tempo de audição de 2 horas, já na segunda vez, o Delegado ouviu o padrasto por cerca de 5 horas. Em todas às vezes que Dr. Douglas ouviu Alex Júnior, o mesmo negou ser o autor do ‘sumiço’ de sua enteada.
No final da manhã desta quarta-feira, 16, a mãe de Ana Clara, Marciana Pereira da Cruz, foi ouvida na Depol de Carmo da Mata. Segundo Delegado, todas as vezes que ouviu Alex Júnior, o padrasto, ele caiu em contradição. “O depoimento da mãe da criança, hoje, aqui na Delegacia, foi muito proveitoso; vou sair de Carmo da Mata e vou voltar para Campo Belo, onde ouvirei, novamente, o Alex Júnior”, declarou o Delegado à nossa reportagem.
O Delegado afirmou que os muitos boatos acerca do fato têm atrapalhado muito nas investigações, pois isso faz com que as investigações sejam norteadas para vários rumos, e o que é mais importante é centrar nas informações corretas e na linha de se descobrir o paradeiro de Ana Clara. “Estou tomando todas as providências para que a investigação flua da melhor maneira possível”, afirmou o Delegado.
Alex Júnior é o principal suspeito do desaparecimento de Ana Clara, mas é apenas uma suspeita. “Assim que tiver mais informações eu as repasso para toda a imprensa”, finalizou o delegado.
O caso do desaparecimento de Ana Clara já se estende por 5 dias, uma vez que Ana Clara foi vista pela última vez no sábado, 12, em sua casa, na Rua Expedicionário José da Cruz, no Centro de Carmo da Mata. Nesta segunda, 14, bombeiros civis, juntamente com populares, fizeram grupos de buscas, mas até o momento sem sucesso.